Guia de utilização da bateria de notebooks

Guia que explica como utilizar a bateria em notebooks. Como fazer para calibrar a bateria. Se pode ou não usar a bateria com a corrente elétrica ligada. Como e quando descarregar completamente.

Por | @oficinadanet Hardware

Efeito de Memória (viciação)


Em 1º lugar é necessário desfazer um mito que persiste na cabeça de muita gente. O efeito de memória, ou seja o viciar da bateria. No caso das baterias de lítio, esta regra não se aplica, portanto descarregar completamente e carregar  a bateria apenas quando descarregada é completamente inútil e até prejudicial como se irá verificar abaixo.

A bateria de lítio pode ser carregada qualquer que seja a sua carga, dado que isso não tem qualquer efeito negativo.

Retirar ou não a bateria quando ligado à corrente


Em seguida esclarece-se uma questão que muitos utilizadores dos portáteis têm:
"Será que devo tirar ou não a bateria quando estou ligado a corrente?"
A resposta é: SIM e NÃO, depende dos casos.

Não prejudica ter a bateria com 100% de carga e estar ligado à corrente, pois a bateria assim que chega aos 100% deixa de receber energia e é feito um bypass diretamente para o sistema de alimentação do notebook.

Porém existe uma desvantagem em manter a bateria no notebook quando ligado à corrente, mas apenas, se esta estiver a sofrer aquecimento gerado pelo hardware do portátil.
Guia de utilização da bateria de notebooks

Portanto:
  • Num uso normal do notebook sem aquecer em demasia (Processador e Disco Rígido na ordem dos 40~50ºC) deve manter-se a bateria nele;
  • Num uso intensivo que leva a um grande aquecimento (Jogos, p.e., temperaturas acima de 60ºC) deve retirar-se a bateria para que esta não sofra aquecimento indesejado;

O calor, aliado ao fato de estar com 100% de carga, é o grande inimigo da bateria e não o cabo do transformador, como muitos pensam.

Descargas da bateria


Guia de utilização da bateria de notebooks

Quanto às descargas da bateria, devem evitar-se as descargas completas (até o PC desligar sozinho, 0%) pois isto estressa muito a bateria e pode mesmo danificá-la.É preferível fazer descargas parciais, até níveis de capacidade restante de bateria na ordem dos 20~30%, e frequentes recargas a fazer um descarregamento e carregamento total.

As baterias de notebooks contêm um medidor de capacidade que permite saber com exatidão a quantidade de energia alojada. Porém, devido ao ciclo de cargas e descargas este sensor tende a ficar descalibrado com o tempo.

Alguns notebooks incluem na BIOS ferramentas para recalibrar o sensor da bateria, o que não é mais do que uma descarga completa seguida de uma carga completa. Portanto para calibrar o medidor, deve ser feita, em cada cerca de 30 ciclos de descarga, uma descarga completa ininterrupta, seguida de uma carga completa ininterrupta.

Um medidor descalibrado pode levar a que seja indicado um valor irreal da capacidade, quando na realidade essa capacidade é inferior. Nesta situação o computador pode desligar-se subitamente quando por exemplo ainda seja mostrada 10% de capacidade.

Guia de utilização da bateria de notebooks

Os ciclos de descarga (ou carga) consistem em utilizar toda a carga da bateria (100%), mas não necessariamente de uma só vez. Por exemplo, pode-se utilizar o equipamento durante algumas horas num dia, utilizando metade da sua autonomia, e depois recarregá-lo totalmente. Se se fizesse o mesmo no dia seguinte, tal seria contado como um ciclo de descarga, e não dois, pelo que pode levar vários dias até completar um ciclo.

Como fazer uma calibração (descarga total)?


O método mais correcto para fazer uma descarga total (100% até cerca de 3%) consiste no seguinte procedimento:
  • Carregar a bateria totalmente até ao máximo da sua capacidade (100%);
  • Deixar a bateria "repousar" no estado de totalmente carregada durante 2 horas ou mais. Pode usar o computador normalmente durante este período;

  • Nas opções de energia do Painel de Controle, configurar a hibernação automática para hibernar automaticamente aos 3% de capacidade;
  • Deixar o computador descarregar, ininterruptamente, até hibernar sozinho. Pode usá-lo normalmente durante este período;
  • Quando o computador desligar por completo, deixar está-lo no estado de hibernação por 5 horas ou mais;
  • Ligue o computador à corrente para fazer um carregamento ininterrupto até ao máximo da sua capacidade (100%);


Conservação prolongada



No que toca à conservação por longos períodos da bateria, esta deve ser feita com a carga da mesma a cerca de 40% e num local o mais fresco e seco possível. Poderá recorrer-se a um frigorífico (0ºC - 10ºC), apenas se a bateria ficar hermeticamente fechada e isolada de qualquer humidade.

É de frisar mais uma vez que o maior inimigo de uma bateria de lítio é o calor, por isso deixar o portátil ao sol no carro num dia de Verão com a bateria a 100% de carga é meio caminho para uma morte anunciada.
Comprar uma bateria suplente

Em relação à compra de uma bateria suplente, é recomendado que se faça apenas quando a bateria actual estiver a dar as últimas, caso contrário, o não aproveitamento de uma das baterias leva à sua degradação. Se for comprada uma bateria extra e não se usar durante muito tempo, deve usar-se o método acima. Além disso, aquando da compra de uma bateria deve-se ter em atenção a data em que foi fabricada.

Vantagens em usar o BatteryCare


O BatteryCare permite ter o controlo do número de ciclos de descarga, e quando estas chegam a 30 (ou outro valor configurável), notifica o utilizador que chegou a altura de fazer uma descarga total para efectuar a calibração do sensor. Assim é garantido que a bateria relata sempre o valor real da capacidade.

Além disso, quando se está a usar a bateria existe a possibilidade de suspender funcionalidades que contribuem para um decréscimo da autonomia (apenas em Windows Vista):

  • Windows Aero, o tema que fornece efeitos visuais como a transparência de janelas, requer aceleração através da placa gráfica, o que obviamente vai contribuir para a diminuição da autonomia;
  • SuperFetch, ReadyBoost e SearchIndexer são três serviços do Windows Vista que, mesmo quando se está a usar a bateria, estão a utilizar bastante o disco rígido indexando ficheiros, e contribuem altamente para o consumo de energia e diminuição da autonomia. A pausa destes serviços não tem qualquer impacto negativo no desempenho do sistema.


Estas funcionalidades são retomadas automaticamente assim que o portátil é ligado à corrente.

Fonte: Battery Care

Mais sobre: bateria, notebook, carga
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários