Mobilidade: a palavra da hora

Com a evolução da tecnologia, os aparelhos móveis estão adequando-se ao principio da tecnologia dos tempos atuais "a internet". Há dez anos o foco da tecnologia era o computador pessoal, a internet ainda engatinhava. Hoje um PC sem internet não é nada.

Mobilidade: a palavra da hora
Com a evolução da tecnologia, os aparelhos móveis estão adequando-se ao principio da tecnologia dos tempos atuais “a internet”. Há dez anos o foco da tecnologia era o computador pessoal, a internet ainda engatinhava. Hoje um PC sem internet não é nada.

O surgimento dos notebooks e da internet impulsionou o mercado a criar novos aparelhos cada vez menores e com mais atrativos. Celulares hoje são capazes de realizar tarefas que um notebook ou um grande computador faz, com a capacidade de ser carregado para lá e para cá. Aplicativos são criados aos montes para os smartphones, que agora contam com sistema operacional próprio para gerenciar os softwares que ali estão instalados.  

Os microblogs saíram na frente para os telemóveis, o twitter é muito acessado por celular por ser fácil de usar e compatível. O Google está criando diversas aplicações como o latitude, por exemplo, que você pode acompanhar os passos de seus amigos através da internet. Já considerado por alguns como inseguro, pois qualquer um poderia acessar e ver onde você está, o que em minha opinião não é verdade pelo fato que você deve convidar alguém para lhe ver. Então somente seus “amigos” irão acompanhar você, a menos que você seja capaz de divulgar e adicionar qualquer pessoa que não conheça.



A palavra da hora é mobilidade, você pode utilizar suas principais ferramentas de qualquer lugar. Assim como a mobilidade uma grande inovação que vem ocorrendo é a convergência tecnológica, “um termo que, de uma maneira geral, é utilizado para designar a tendência de utilização de uma única infra-estrutura de tecnologia para prover serviços que, anteriormente, requeriam equipamentos, canais de comunicação, protocolos e padrões independentes” ou seja, lhe permitir o uso de qualquer aplicação através de qualquer aparelho sem a necessidade de periféricos extras.

O celular é um aparelho considerado indispensável pela grande maioria da população mundial. Aparelhos são comprados por R$ 1 real, ou até mesmo são dados pelas operadoras para que utilizem seus serviços, o que fez com que o celular se tornasse popular. Milhões de aparelhos são consumidos anualmente, entre eles ainda poucos são os que dispõem da capacidade de acesso a internet. Isto com certeza mudará em breve, aqui no Brasil que a tecnologia ainda está atrasada, a terceira geração de celulares em países desenvolvidos é ultrapassada.

Acho que este é o período de iniciarmos a construção de nossas aplicações voltadas para a mobilidade, é um mercado novo ainda e que terá uma expansão gigante com a vinda de novas tecnologias e gerações de aparelhos.

O melhor celular intermediário para importar?

Conteúdo relacionado

Realme GT Master: Celular Premium da marca chega ao Brasil; confira preços e ficha
Celulares

Realme GT Master: Celular Premium da marca chega ao Brasil; confira preços e ficha

Lançado dia 19 de outubro de 2021 no Brasil, o Realme GT Master Edition chega para ser o carro-chefe de tecnologias da fabricante.

Huawei anuncia Enjoy 20e, modelo de entrada com bateria de 5.000 mAh
Celulares

Huawei anuncia Enjoy 20e, modelo de entrada com bateria de 5.000 mAh

A Huawei anunciou seu mais novo modelo de entrada com foco no mercado chinês; tela de 6,3 polegadas, 128GB de armazenamento, câmera dupla e bateria de 5.000 Ah são alguns detalhes do Enjoy 20e. Confira!

Samsung Galaxy A52 é bom para jogos? - Roda Liso
Celulares

Samsung Galaxy A52 é bom para jogos? - Roda Liso

Analisamos a performance em jogos do Samsung Galaxy A52, com processador Snapdragon 720G, 8GB de memória RAM ele teve um bom desempenho. Confira os resultados da análise nos principais jogos de smartphones.