Oficina da Net Logo

Facebook inicia testes de assinatura de conteúdos para iOS

Conteúdos jornalísticos também serão ofertados para usuários iOS a partir de março.

Por | @oficinadanet Apple

O Facebook confirmou que no próximo mês irá iniciar os testes para possibilitar que veículos de imprensa criem serviços de assinatura dentro da própria rede social. O recurso já vem sendo testado por alguns usuários selecionados no Android, agora, no entanto, chegará também para iOS.

Vale mencionar que em outubro do ano passado, o Facebook disse que iria oferecer aos jornais a possibilidade deles venderem as sua assinaturas para pessoas antes mesmo que cheguem ao paywall, o sistema padrão atual dos jornais e veículos de comunicação digital para venderem o acesso ao conteúdo nas versões eletrônicas.

Facebook inicia testes de assinatura de conteúdos para iOS.Facebook inicia testes de assinatura de conteúdos para iOS.

Leia também:

Assim, com as assinaturas dentro do Facebook, a intenção é que os veículos de imprensa possam adicionar uma camada de paywall dentro da rede social. Os leitores, neste modelo, podem ter acesso a uma quantidade de notícias todo o mês, ou seja, entre cinco e dez artigos.

Quando o limite for atingido, as pessoas só terão acesso ao restante do conteúdo caso virem assinantes. O Facebook salienta que a possibilidade só está chegando agora para iOS porque a Apple se recusava de abrir mão da sua porcentagem de 30% sobre o valor da assinatura.

Em um evento promovido pelo site Recode, Campbell Brown, diretora de parcerias do Facebook com a mídia, disse que as divergências com a Apple foram resolvidas e que isso irá permitir a adição da funcionalidade em primeiro de março.

Na ocasião, Campbell aproveitou a oportunidade para anunciar que vídeos jornalísticos irão ganhar destaque dentro da rede social.

Esta é mais uma tentativa da rede social acabar com as Fake News e assim melhorar a relação com os veículos tradicionais de imprensa. Inicialmente, a novidade está sendo testada somente nos Estados Unidos, porém, deverá chegar em outros países em breve.

MAIS SOBRE apple facebook jornal
SHARE
+ Notícias
Assine a nossa newsletter
Comentários