Brasil registra redução de 7,6 milhões de linhas móveis em 12 meses

Nos últimos 12 meses houve redução de 7.578.808 linhas (-3,11%).

Por | @fsbeling Anatel

Os dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) revelam que a telefonia móvel registrou 236.488.548 linhas em operação em dezembro de 2017. Nos últimos 12 meses, houve redução de 7.578.808 linhas (-3,11%). Além disso, no mês de dezembro, em relação ao mês anterior, o serviço móvel pessoal apresentou uma queda de 2.603.234 linhas (-1,09%).

Do total de linhas móveis do país, 148.509.361 são pré-pagas e 87.979.187 são pós-pagas. Em 12 meses, o pré-pago registrou diminuição de 16.190.210 linhas (-9,83%) e o pós-pago aumento de 8.611.402 linhas (+10,85%). Já no mês de dezembro de 2017, quando comparado ao mês anterior, as linhas móveis pré-pagas apresentaram queda de 3.582.840 unidades (-2,36 %) e as pós-pagas crescimento de 979.606 (+1,13%).

Empresas

As empresas com maiores quantitativos de linhas móveis em dezembro de 2017, são: Vivo (74.939.872), Claro (59.022.019), Tim (58.634.435) e Oi (38.942.433). Nos últimos 12 meses, a Datora teve aumento de 100.267 linhas móveis (+99,36%), a Porto Seguro de 110.112 linhas (+ 24,34 %), a Nextel de 199.454 (+7,71%) e a Telefônica (Vivo) de 1.161.979 linhas (+1,57%).  A Anatel também acompanhou outros grupos que apresentaram redução (Algar, Oi, Sercomtel, Claro e Tim).

Na comparação de dezembro 2017 com o mês anterior, as empresas  Algar, Datora, Nextel, Tim e Telefônica (Vivo)  registraram crescimento, as outras prestadoras da telefonia móvel apresentaram redução (Oi, Porto Seguro, Sercomtel e Claro). Também no mês de dezembro, tanto a prestadora Oi quanto a Claro perderam mais de 1,5 milhão de linhas cada devido à retirada de números inativos.

 Brasil registra redução de 7,6 milhões de linhas móveis em 12 mesesRedução de 7,6 milhões de linhas móveis em um ano

Tecnologias

De janeiro a dezembro do ano passado, as linhas 4G (LTE) apresentaram crescimento de 42.133.684 unidades (+70,10%) e as utilizadas em aplicações máquina-máquina (M2M), como telealarmes, automação residencial e rastreamento de automóveis, também tiveram aumento de 2.483.743 linhas.

Na comparação de dezembro de 2017 com o mês anterior, foi registrado crescimento das linhas 4G em 3.445.344 unidades (+ 3,49%), e também das utilizadas em aplicações M2M, com mais 154.218 linhas. As outras tecnologias: CDMA (2G), GSM (2G), Dados banda larga (3G) e WCDMA (3G) apresentaram redução.

Estados

Dois estados apresentaram crescimento nas linhas móveis no ano de 2017, Roraima com acréscimo de 5.715 linhas (+1,19%) e São Paulo com adição de 178.009 linhas (+0,29%). Além disso, na comparação entre o último mês do ano passado com o mês anterior, três estados da Região Norte apresentaram crescimento no número de linhas móveis (Amazonas, Amapá e Roraima) e um estado da Região Sudeste (Espírito Santo).

DEIXE SEU COMENTÁRIOComente aqui
RecomendadoEnquete
Você assina Netflix?
Sim, sou titular(48,10%)
Sim, sou reserva =) (14,56%)
Não, mas pretendo(25,32%)
Não, nem quero(12,03%)
Assine a nossa newsletter

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Comentários