Oficina da Net Logo

Youtube Kids vai passar a contar com verificação humana para criar acervo apropriado para crianças

Plataforma tenta melhorar o controle para barrar o acesso a vídeos com conteúdo inapropriado para o público infantil.

Por | @fsbeling Youtube

Nesta quarta-feira (25), o Youtube divulgou as novas opções para que pais possam restringir acesso de seus filhos a conteúdos inadequados na plataforma de vídeos. A empresa comunicou que vai disponibilizar um acervo conferido por uma equipe humana que fará a aprovação do conteúdo para o público infantil.

“A partir de hoje, nossos parceiros e a equipe do YouTube Kids oferecerão um acervo de canais confiáveis em uma variedade de assuntos como artes, artesanato, música, esportes, educação e muito mais”, explicou a empresa. Sendo assim, os vídeos pertencentes a este acervo serão próprios para as crianças, com canais confiáveis. Para conferir, basta ir em Configurações de Perfil e selecionar o acervo disponível.

Ainda neste ano uma outra ferramenta que permite aos pais escolherem os vídeos de cada canal que podem ser exibidos no perfil de seus filhos, deve ser disponibilizada. A ferramenta é considerada extremamente útil, especialmente no que tange os canais que não são específicos para o público infantil, mas que de vez em quando disponibiliza algum conteúdo para este público.

Acervo terá verificação humanaAcervo terá verificação humana

Leia também:

Além disso, através da análise de recomendações e listas com sugestões de pais, as ferramentas de pesquisa terão modificações. É possível desativar a barra de pesquisa assim que as crianças estão utilizando o aplicativo do YouTube Kids, para evitar que encontrem canais inapropriados para a idade. Contudo, a Google pretende restringir a barra de buscas apenas aos canais que foram verificados pela rede social. A companhia disse “Isso significa que a desativação de pesquisa não incluirá recomendações da coletânea mais abrangente do YouTube Kids”.

Com essa medida preventiva, entre os meses de outubro e dezembro de 2017, foram removidos do YouTube mais de 8,2 milhões de vídeos.

Porém, no comunicado da empresa, ainda fica claro que o acompanhamento e controle dos pais é extremamente necessário. “Como nenhum sistema é perfeito, continuamos a fazer ajustes e testes rigorosos e a melhorar nossos filtros para obter esta versão mais aberta do nosso aplicativo. E, como sempre, incentivamos os pais a bloquear e identificar vídeos para análise quando considerarem que eles não deveriam estar no aplicativo YouTube Kids. Essa medida melhora o YouTube Kids para todos".

COMPARTILHE
Siga no instagramHistórias DigitaisComparador de SmartphonesLançamentos da Netflix
Comentários
Carregar comentários
Siga o nosso Instagram!

Estamos lá também: @oficinadanetoficial

Seguir o Instagram do Oficina da Net