Oficina da Net Logo

Twitter teria vendido dados para empresa envolvida no escândalo do Facebook

O Twitter, ao site Bloomberg, disse que vendeu o acesso aos dados públicos para a empresa de Aleksandr Kogan.

Por | @oficinadanet Twitter Pular para comentários

Como já sabemos, o Facebook está envolvido do escândalo da venda de dados pessoais dos usuários. Porém, ao que tudo indica, não é somente a rede social de Mark Zuckerberg que estaria no meio. O Twitter confirmou que também vendeu acesso a dados para a empresa de Aleksandr Kogan, desenvolvedor que repassou as informações pessoais à Cambridge Analytica.

Kogan foi o responsável pelo desenvolvimento do quis nomeado "thisisyourdigitallife", que coletou dados de até 87 milhões de usuários do Facebook, de modo legal, segundo as políticas da rede social, e os repassou para a Cambridge Analytica, desta vez de maneira que não vai de acordo com as regras do Facebook.

      Twitter teria vendido dados para empresa envolvida no escândalo do Facebook.                   Twitter teria vendido dados para empresa envolvida no escândalo do Facebook.             

Leia também: Leia em destaque: 12 Dicas para proteger sua conta do Twitter de assédios e hackers.

O Twitter, ao site Bloomberg, disse que vendeu o acesso aos dados públicos para a empresa de Aleksandr Kogan. Conforme a informação, a GSR pagou por um dia de acesso em 2015, e acabou coletando uma “amostra aleatória” de tweets públicos em um período que cobria dezembro de 2014 e abril de 2015. O Twitter disse ainda que não “encontrou nenhum acesso” a informações privadas.

Ainda não há qualquer certeza do que Kogam e a GSR fizeram com a informação. Inicialmente, parece não haver um grave problema de privacidade, já que se tratavam de tweets e também de perfis públicos. De qualquer forma, muitas coisas podem ser consideradas, como por exemplo, o cruzamento de dados obtidos do Facebook com o Twitter, e até mesmo venda dos mesmos.

Os clientes corporativos recebem acesso a dados, que podem constar os últimos 30 dias de tweets, ou o acesso a tweets desde 2006. Par isso, os clientes precisam explicar como pretendem usar os dados e quem serão os usuários finais. O Twitter, porém, não comercializa dados de mensagens diretas privadas.

Comentários
Carregar comentários