SmartShift: Saiba tudo sobre a nova tecnologia da AMD para a série Ryzen 4000

A AMD anunciou sua mais nova tecnologia durante a CES 2020, o SmartShift estreia nos processadores Ryzen 4000 Mobile entregando um melhor gerenciamento de energia entre CPU e GPU.,

Por Tecnologia Pular para comentários
SmartShift: Saiba tudo sobre a nova tecnologia da AMD para a série Ryzen 4000

A grosso modo, AMD SmartShift, distribui a energia de maneira inteligente entre a CPU e a GPU, entregando a cada instante a melhor performance e melhor eficiência energética para os sistemas com os novos processadores Ryzen da série 4000.

Para exemplificar, um notebook geralmente possui um padrão de distribuição energético pré definido, não é possível alterar.

Com o AMD SmartShift, o processador e o chipset gráfico podem ser ajustados de maneira individual, melhorando o consumo em condições que a CPU e a GPU são menos exigidas e, otimizando o uso entregando mais energia, quando o processador é mais exigido ou quando o chipset gráfico é mais exigido.

Com o SmartShift a capacidade de gerenciamento de energia melhora também a autonomia de bateria dos notebooks
Com o SmartShift a capacidade de gerenciamento de energia melhora também a autonomia de bateria dos notebooks

Então o AMD SmartShift entrega não somente economia de energia, ele entrega uma solução que se ajusta ao tipo de utilização do usuário de modo a estender a autonomia de uso ou entregar mais performance dependendo do caso.

Quando você executa tarefas que consomem muita CPU, o AMD SmartShift entrega mais energia para a CPU Ryzen melhorando seu desempenho, quando você inicia um jogo, o AMD SmartShift permite que a GPU Radeon entregue mais desempenho nos jogos.

Apesar de tímido, qualquer ganho em desempenho para jogos é vlido
Apesar de tímido, qualquer ganho em desempenho para jogos é válido

Contudo, de acordo com a própria AMD, o SmartShift oferece uma melhora de até 10% no desempenho de jogos e até 12% de melhora para criação de conteúdo.

O dado acima tem como base testes realizados internamente usando o processador móvel AMD Ryzen 4800H, juntamente com a GPU AMD Radeon RX 5600M.

O AMD SmartShift foi desenvolvido para o novo AMD Ryzen 4000 famil processador Mobile y, mas também exige que o notebook tenha uma placa gráfica dedicada também da AMD com suporte, como as GPUs Radeon.

Além disso, é necessário a utilização do driver compatível, neste caso o AMD Radeon Software Adrenalin 2020 Edition recém-lançado.

Comentários:
Carregar comentários