Oficina da Net Logo

Spotify começa a notificar usuários que usam serviço Premium de modo ilegal

Os usuários costumam recorrer a aplicativos alterados para conseguir acessar o serviço Premium, o que se torna ilegal.

Por | @oficinadanet Spotify Pular para comentários

O Spotify, atualmente, é o serviço de streaming mais usado no mundo. Ele está à frente de todas as suas concorrentes com um bom destaque.

Muitos dos usuários não pagam pelo serviço, já que utilizam a versão gratuita. A ideia agora é acabar com o uso abusivo por alguns internautas e notificar os utilizadores que fazem uso do serviço Premium sem pagar.

De acordo com dados do próprio Spotify, o serviço de streaming possui mais de 159 milhões de usuários ativos, sendo que 71 milhões pagam para ter acesso Premium, livre de publicidade e ainda com mais acesso aos conteúdos. Do restante, muitos tentam burlar os bloqueios do serviço e usar a versão Premium.

Esta situação, claro, é extremamente abusiva, e o Spotify não quer e não pode aceitar. Os usuários costumam recorrer a aplicativos alterados para conseguir acessar o serviço Premium, o que se torna ilegal. Leia em destaque: Como encontrar as melhores playlists no Spotify.

Spotify começa a notificar usuários que usam serviço Premium de modo ilegal.Spotify começa a notificar usuários que usam serviço Premium de modo ilegal.

Leia também:

A recente ação do Spotify está relacionada ao bloqueio dos aplicativos. A empresa também começou a enviar através de e-mails um alerta para os usuários indicando que a situação é abusiva ao recorrer a tais aplicativos modificados.

“Se detectarmos o uso repetido de aplicativos não autorizados em violação dos nossos termos, reservamos todos os direitos, incluindo suspender ou encerrar sua conta”, alerta o email enviado pelo Spotify.

O serviço alerta que a continuação do serviço de modo abusivo irá implicar no bloqueio e remoção das contas usadas.

Ao que tudo indica, o Spotify está mesmo decidido a acabar com os modos indevidos de chegar ao serviço Premium sem pagar, já que começou a tomar medidas mais rígidas.

Essa notícia faz parte do bitON do dia 6 de março: 

MAIS SOBRE: #Spotify  #streaming  #musica  #aplicativo
Comentários