SpaceX se tornou a maior empresa de satélites do mundo com o último lançamento

SpaceX acaba de se tornar a maior empresa de satélites do mundo ao lançar com sucesso o foguete Falcon 9. Neste ano a empresa ainda planeja levar internet para todo o mundo.

Por SpaceX Pular para comentários
SpaceX se tornou a maior empresa de satélites do mundo com o último lançamento

Na última segunda-feira, a SpaceX se tornou a maior empresa de satélites do mundo com o lançamento noturno do foguete Falcon 9, na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, Flórida. O foguete foi lançado pontualmente. Em menos de 10 minutos depois, o primeiro estágio do foguete pousou em um navio drone no Oceano Atlântico.

Esse núcleo em particular já voou quatro vezes. Uma hora após o lançamento, o segundo estágio do foguete lançou sua carga útil de 60 satélites Starlink. Em 2019 foram lançados dois lotes de 60 satélites Starlink - um experimental e o segundo operacional. Este ano espera-se que sejam lançados 20 satélites Starlink neste ano.

Lançamento do foguete Falcon 9 - SpaceX
Lançamento do foguete Falcon 9 - SpaceX

SpaceX planeja 20 lançamentos em 2020

Segundo o site arstechnica, a SpaceX planeja lançar 20 foguetes em 2020, pois pretende atingir seu objetivo de fornecer acesso à Internet ao mundo todo. Para conseguir isso, são necessários uma tonelada de satélites na órbita baixa da Terra. Essa internet internacional poder este ano.

Satélites muito brilhantes

A iniciativa da SpaceX de levar a Internet ao mundo todo parece boa, mas tem suas controvérsias. Uma das principais é o brilho gerado por esses satélites, criando estrelas artificiais no céu. Isso é um problema particular para os astrônomos, que se preocupam com a interferência nos cálculos de dados e na poluição do céu noturno.

Para tentar combater isso, a SpaceX revestirá um dos satélites que estão sendo lançados na segunda-feira com um material anti-reflexo na parte inferior, para diminuir o brilho. É difícil ver os satélites sem um telescópio, mas os astrônomos disseram que com instrumentos, eles são brilhantes o suficiente para atrapalhar a visão.

O problema do lixo espacial

A SpaceX e outras empresas que lançam satélites no espaço criaram outro fenômeno negativo: o lixo espacial. Em novembro, cerca de 8.950 satélites foram lançados em órbita por mais de 40 nações. Desses, apenas 1.950 estão operando, enquanto o restante se transformou em lixo espacial.

A tendência é que isso piore, criando um ambiente potencialmente perigoso para os astronautas, à medida que o número de missões espaciais aumentará nos próximos anos.

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários