Esses foram os smartphones mais falsificados de 2019

O Master Lu, aplicativo de benchmark, listou os smartphones mais falsificados do ano passado. Samsung e Apple lideram o ranking.

Por Smartphones Pular para comentários
Esses foram os smartphones mais falsificados de 2019

O ano de 2019 trouxe consigo diversos lançamentos importantes. As maiores fabricantes de smartphones do mundo apostaram em modelos topo de linha e em intermediários premium para aumentar sua participação de mercado. Isso naturalmente também alimenta a indústria dos smartphones falsificados, que vem crescendo a cada ano.

Agora, a equipe do Master Lu, aplicativo chinês de benchmark, revelou os 10 aparelhos mais falsificados de 2019. Como era de se esperar, os dispositivos da Samsung e da Apple foram os mais copiados, somando 28,7% e 15,88%, respectivamente.

Quando falamos de modelos específicos, o Samsung W2018 foi classificado como o smartphone mais falsificado. Ele é bem popular na China, então não chega a ser uma surpresa sua aparição no topo do ranking. De acordo com o Master Lu, o modelo falso foi detectado 4.688 vezes.

Smartphones falsificados que passaram pelo Master Lu

O próximo foi o iPhone 8, que passou pelo benchmark 4.445 vezes, seguido pelo iPhone Xs Max, que somou 2.499 registros no aplicativo. No restante do ranking temos os seguintes modelos: iPhone X, Samsung W2019, Galaxy S8+, Xiaomi Mi Max, Xiaomi Mi 9, Oppo R11 Plus e OnePlus 7 Pro.

Em geral, 6.639.704 de smartphones foram testados no Master Lu no ano passado, sendo que 57.790 foram classificados como falsos.

Neste ano, é bastante provável que esses números sejam ainda maiores, afinal, teremos lançamentos importantes, como a linha Galaxy S20 em 11 de fevereiro, os novos iPhones em setembro e a linha Huawei P40 que chega no final de março. Isso certamente deve atrair a atenção dos falsificadores para criarem cópias.

Via

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários