Google quer que Samsung mate a Bixby e a Galaxy Store

O Google parece estar oferecendo à Samsung uma participação maior na receita em troca de exclusividade de uso de seu sistema.

Google quer que Samsung mate a Bixby e a Galaxy Store

Parece que o Google finalmente voltou seus olhos para a Samsung e está pressionando a empresa a utilizar seu ecosistema.

O que isso quer dizer? Quer dizer que se existe Assistente do Google, para que a Bixby é necessária? O mesmo podemos dizer da Galaxy Store, afinal temos a Google Play Store.

A ideia é, fazer com que a Samsung promova os serviços do Google e aparentemente, o Google parece estar disposto a "abrir sua carteira" para que a Samsung faça isso.

De acordo com a Reuters, a Samsung está "pensando em retirar seu assistente virtual Bixby e a Galaxy Store de seus dispositivos móveis" e completa, "o Google está adotando termos mais lucrativos para a Samsung do que em acordos anteriores, se se retirar da estratégia de aplicativos".

Parte da imensa rede de proteção Android do Google está compartilhando receitas de anúncios e receitas de aplicativos da Play Store com os fabricantes de celulares, e oferecer à Samsung uma participação maior é uma maneira fácil de fazer com que os aplicativos e serviços da Samsung deixem de ser utilizados. Quem usa Bixby?

Não está claro se a Samsung estaria realmente disposta a descontinuar o uso da Bixby e da Galaxy Store. Sabemos que a Samsung investiu muito dinheiro na Bixby desde o seu lançamento em 2017, mas sabemos também que a Bixby não teve o sucesso esperado.

A Galaxy Store da Samsung é usada para atualizar seus principais aplicativos que são fornecidos com seus dispositivos, mas não há realmente nenhuma razão para mantê-lo.

Existem alguns aplicativos que na Google Play Store são pagos que na Galaxy Store são gratuitos por conta de acordos com a Samsung, mas isso pode muito bem ser identificado no ato da instalação do mesmo através da loja do Google, assim como os aplicativos próprios da Samsung também podem ser atualizados via loja Google.

Por outro lado a loja do Google não está disponível na China por exemplo e quem utiliza smartphones da linha Galaxy da Samsung, possuem a Galaxy Store em seus smartphones e tablets.

Talvez esse acordo possa valer em alguns mercados específicos, só dessa maneira consigo imaginar a Samsung abandonando a Bixby e a Galaxy Store e se tornar dependente do Google como já aconteceu antes.

O lançamento do Samsung Galaxy Note 20 é na próxima semana, o que parece um pouco cedo demais para ver mudanças drásticas no software. Mas estaremos atentos ao destaque do Bixby na apresentação da empresa.

iPhone 11 vs Galaxy S21 - Comparativo

Qual dos dois celulares você deveria levar para casa? Comparamos, assista.

Conteúdo relacionado

Migrar do Windows 10 para o 11 será gratuito?
Windows

Migrar do Windows 10 para o 11 será gratuito?

A Microsoft anunciou recentemente que o Windows 10 terá seu suporte encerrado em 2025 e em seguida, vazamentos do Windows 11 começaram a circular na rede. A pergunta é: posso migrar gratuitamente?

Flagrado! Samsung Galaxy Tab A7 Lite aparece novamente antes de lançamento
Samsung

Flagrado! Samsung Galaxy Tab A7 Lite aparece novamente antes de lançamento

Pronto para ser anunciado em junho desta ano, o Galaxy Tab A7 Lite é novamente flagrado em certificação que revela detalhes sobre sua configuração técnica. Confira!

Galaxy F52 surge no Google Play Console com Snapdragon 750G e 8GB de RAM
Samsung

Galaxy F52 surge no Google Play Console com Snapdragon 750G e 8GB de RAM

O Galaxy F52 aparece em nova listagem do Google exibindo boa parte de sua configuração interna, além de confirmar detalhes que já haviam sido divulgados em outras certificações. Confira!