Oficina da Net Logo

PUBG: Novo sistema Anti-Cheat chega ao game

Além dos banimentos, que passam de 1 milhão de jogadores no ultimo mês a PUBG Corp, também irá implementar um novo sistema anti-cheat.

Por | @viniischulz PUBG 3 comentários

Depois de quebrar praticamente todos os records da Steam antes mesmo do lançamento oficial, PlayerUnknown’s Battlegrounds mostrou que veio para ficar, manteve o sucesso e cada vez conquistando mais player. Mas não são só flores na vida dos desenvolvedores do game, o jogo vem sofrendo bastante com a incidência de hackers, e para combatê-los vêm diversas medidas, entre banimentos e a mais recente é a adoção de um novo sistema anti-cheat.

Só no mês de janeiro a empresa foi forçada a banir mais de 1 milhão de jogadores, que entre o descumprimento das regras de conduta, adotavam também, o uso de programas para tirar vantagem nas partidas. O número foi divulgado na conta do Twitter da BattlEye, e representa 1.004.000 cheaters banidos apenas no mês de janeiro.

Leia em destaque: PUBG: “Chegou o dia”, confira as últimas notas da atualização 1.0.

Apesar de a desenvolvedora mostrar uma postura dura com esse tipo de jogadores, as medidas não tem sido suficiente para diminuir o número cheaters, que segundo a mesma “continuam a aumentar”.

Para reduzir ainda mais o número de jogadores desonestos, a PUBG Corp, anunciou hoje em seu fórum oficial, que entre a noite de hoje (5) e a madrugada de amanhã (6) será implementado ao game um novo sistema anti-cheater. A empresa ainda informou que durante o periodo de implementação, não haverá inatividade dos servidores.

Este novo recurso anti-trapaça, irá bloquear quaisquer programas que modifiquem ou auxiliem na jogabilidade de qualquer forma. Segundo a empresa, o que todos os programas ilícitos tem em comum, é que os mesmos se ligam ao game e transformam arquivos do jogo, fazendo com que os jogadores se aproveitem disso para obter vantagem. Práticas como essa são todas passíveis de punição.

Um dos programas mais populares segundo a PUBG Corp. é o ReShade, que a partir desta atualização será bloqueado. Os usuários que possuem o programa instalado em seus computadores, não serão banidos, porém não irão conseguir entrar no jogo até que o mesmo seja desinstalado de sua máquina. O mesmo vale para outros programas que sejam bloqueados pela solução anti-cheat. Para voltar a jogar normalmente, será necessário a desinstalação da aplicação bloqueada, e possivelmente a reinstalação do jogo.

Existe a possibilidade de alguns programas serem considerados falsos positivos, como o NVIDIA ShadowPlay, Programas de captura de vídeo/ áudio e etc, porém a empresa promete que trabalhará o mais rápido possivel para corrigir o caso dos falsos positivos. Inclusive para auxiliar nesta questão, as mesma disponibilizou um formulário que pode ser preenchido no caso de falsos positivos.

Leia também:

Ainda no twitter, a BattlEye afirmou no final de 2017 “Lutar contra cheater será sempre uma situação em progresso e nunca será algo resolvido completamente, especialmente no game Battle Royale mais popular de todos”.

Para os jogadores que seguem as regras, só resta esperar que as medidas tomadas consigam resolver estes problemas, e que o novo anti-cheater não cause problemas para os jogadores que curtem o game de forma honesta.

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #pubg  #anticheater  #trapaceiros  #jogadores
Comentários