Atari pede falência nos EUA

Criadora de videogames entra com pedido de falência na tentativa de se separar da Infogrames (Atari SA.) e focar no mercado de games para smartphones e tablets.

Por | @marciobohrer Games

A empresa pioneira na fabricação de videogames, Atari, está pedindo falência nos Estados Unidos. Um comunicado foi enviado aos principais veículos de imprensa nesta segunda-feira (21), informando da decisão. O objetivo do pedido é se tornar independente da Infogrames – Atari SA, e focar seus esforços no desenvolvimento de aplicativos e jogos para smartphones e tablets.

“Com o pedido de falência, o braço norte-americano da Atari busca separar suas operações da estrutura financeira do braço francês da companhia", diz o comunicado.

Com a separação, o lado norte-americano fica com os domínios: Atari Inc., Atari Interactive Inc., Humongous Inc. e California US Holdings Inc.

"O pedido constitui uma opção estratégica para a Atari nos Estados Unidos, permitindo que se proteja seu valor e suas propriedades intelectuais e consiga recursos financeiros que não eram possíveis dentro da Atari SA".

Segundo informações, a Atari SA não rendia o esperado há anos e a separação facilitaria o manuseio e controle das ações e investimentos por parte da Atari Inc. que agora busca parceiros para investir no mercado de games e aplicativos para smartphones e tablets.

Fundada em 1972, por Nolan Bushnell e Ted Dabney, a Atari ficou famosa pelo jogo “PONG”, um console ligado a um monitor que era acionado por moedas. Depois, como pioneira no mercado dos videogames, através do Atari 2600, muito popular nas décadas de 70/80.

Atari pede falência nos EUA
Pioneiro jogo para fliperamas.

Atari pede falência nos EUA

 

 


Mais sobre: Atari Games
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter