Felix Baumgartner fez o maior salto em queda livre do mundo

Acompanhe o maior salto de paraquedas do mundo, com 120 mil pés de altura, a Red Bull Stratos vai testar os limites humanos enviando Felix Baumgartner. A meta central do projeto Red Bull Stratos é coletar dados valiosos para a ciência que possam ajudar a melhorar a segurança das viagens espaciais e

Comentários Nícolas Müller
Seguir
  -

UPDATE: Felix Baumgartner pulou de cerca de de 128 mil pés, um pouco mais de 39km de altura, de uma capsula projetada para o salto. Bateu o recorde de maior salto livre da história. E quebrou o recorde de velocidade em queda livre, com velocidade de 729 mph, 1.173 km/h, quebrou a barreira do som. E você assistiu tudo pela internet.

Ele subiu em um balão dentro de uma cápsula presurizada para garantir a subida que foi em velocidade média de 5 Mph. 

UPDATE 2: A subida demorou 2h30min. Para saltar, ele teve de respirar oxigênio puro para eliminar o nitrogênio de seu sangue, que poderia se expandir em alturas elevadas e com isso ameaçar sua saúde. A queda livre durou 4:20 min. 

 

Um pouco da história deste evento:

O atleta austríaco de esportes radicais teve que suportar vários adiamentos, mas agora está aliviado com o início da contagem regressiva para sua tentativa de se tornar o primeiro homem a quebrar a barreira do som em queda livre, registrando quatro recordes mundiais no processo.

"Sinto-me como um tigre enjaulado, esperando para sair", disse Baumgartner, de 43 anos, um dos mais celebrados atletas radicais e B.A.S.E. jumpers do mundo, que em 2003 se tornou a primeira pessoa a fazer um voo em queda livre através do Canal da Mancha com a ajuda de uma asa de carbono. Ele estará voando em velocidade superior à de uma bala durante sua viagem supersônica para a Terra.

Baumgartner e a equipe do Red Bull Stratos estão se preparando há anos para quebrar o recorde de salto em altitude, eclipsando a marca estabelecida há mais de 52 anos. A cápsula, que, com 1.215kg, pesa um pouco mais do que um New Beetle da Volkswagen, foi danificada em um pouso difícil depois do teste de salto final de Baumgartner de uma altitude quase recorde de 29.610 metros em julho – durante o salto, Baumgartner caía em queda livre a uma velocidade superior a 864 quilômetros por hora, ou tão rápido quanto um avião comercial. 

A meta central do projeto Red Bull Stratos é coletar dados valiosos para a ciência que possam ajudar a melhorar a segurança das viagens espaciais e capacitar fugas em alta altitude de espaçonaves. O salto também vai tentar quebrar vários recordes, como o de maior velocidade em queda livre, o de salto mais alto, o de voo mais alto em um balão tripulado e o da queda livre mais longa.

 

Fotos do pulo:

» Assine grátis o nosso RSS e receba tudo antes
» Assine grátis por e-mail | + feedly

Compartilhe no Facebook

Compartilhe no Twitter

 
Recomendado Mais populares
carregando...

FAÇA UM COMENTÁRIO
Faça um comentário sobre este assunto
Enviar

Os comentários não representam a opinião do Oficina da Net; a responsabilidade é do autor da mensagem

Últimas publicações