Gravadoras já fizeram 310 milhões de denúncias ao Google sobre pirataria

Pirataria online ainda se multiplica pela internet. Gravadoras fazem milhares de denúncias ao Google.

Por | @oficinadanet Entretenimento

A pirataria online é um dos grandes problemas da internet. No entanto, cada vez está tendo o seu espaço reduzido, e isso muito se deve ao empenho da indústria fonográfica em caçar esse tipo de material. A BPI (British Recorded Music Industry) bateu recorde ao chegar a 310 milhões de pedidos ao Google de remoção de conteúdo supostamente ilegal.

De acordo com o TorrentFreak, o grupo que representa as gravadoras demorou anos para chegar as 200 milhões de URLs denunciadas ao Google, que encerrou em março de 2016.

Gravadoras denunciam links ao GoogleGravadoras denunciam links ao Google

Já em outubro do ano passado, a BPI bateu os 250 milhões. Tal número, segundo o TF, praticamente dobrava quando se levava em consideração as denúncias direcionadas ao Bing, da Microsoft. Com milhões de reclamações semanais, o BPI chegou a 300 milhões em junho deste ano, e ainda levou somente 10 dias para atingir 310 milhões.

Veja também: Conheça os países campeões em pirataria.

Conforme os dados do Google, 95,7% dos pedidos de remoção foram atendidos, isto significa que a máquina de denúncias da BPI tem sido certeira. No entanto, o grupo não está satisfeito com o modo em que o Google age em relação à pirataria. "A batalha seria muito mais fácil se os intermediários jogassem justo", comentou um representante em entrevista ao TF.

"O Google rejeita notificações repetidas para a mesma URL", diz a BPI. "Mas conteúdo ilegal reaparece e é reindexado pelo Google da mesma forma." Deste modo, os sites piratas conseguem voltar rapidamente usando outros endereços.

Mais sobre: pirataria musica google
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo