Cassini capta som entre os anéis de Saturno

Sonda Cassini ao mergulhar entre os anéis de Saturno captou sons.

Por | @RafaelaPozzebon Ciência

Difícil imaginar os sons do espaço, tampouco entre Saturno e seus anéis. Até então, nenhum ser humano pode acompanhar tal experiência, no entanto, a sonda Cassini está desvendando esse mistério. Durante o seu primeiro mergulho na travessia entre o planeta gigante e o seus anéis, a NASA acabou divulgando um novo material, que expõe o som local.  

O som propriamente dito não se propaga no espaço, sendo assim, é necessário algum aparelho que possa converter as vibrações eletromagnéticas em algo que podemos realmente escutar. Tais barulhos foram captados em 26 de abril de 2017, quando a Cassini iniciou os seus mergulhos entre o planeta e os anéis, e tudo isso graças a um instrumento instalado na sonda, o Radio and Plasma Wave Science.

Sonda CassiniSonda Cassini

A região entre os anéis e Saturno é, aparentemente, um grande vazio"A região entre os anéis e Saturno é, aparentemente, um grande vazio", conta Earl Maize, diretor da missão.

Após as partículas atingirem as antenas da nave, elas se transformam em pequenas nuvens de plasma ou gás carregadas eletricamente. As explosões, que ocorrem quando as partículas são vaporizadas acabam emitindo sinais elétricos bastante sutis, mas que podem ser captados pelo RPWS e transformados em sons possíveis de serem ouvidos.

A sonda durante o mergulho, estava sendo protegida por uma antena que funcionava como uma espécie de escudo. Após escutarem o áudio, os cientistas perceberam que, em comparação com a quantidade de explosões que a Cassini registrava antes de entrar na região, e espaço entre o planeta e os anéis contava com poucas partículas.

Os cientistas ainda puderam considerar a quantia de partículas existentes e com isso, analisar se seria necessário que a sonda continuasse usando o escudo de proteção para evitar danos ocasionados por colisões com os grãos congelados.

A Cassini está orbitando Saturno desde 2014.

DESTAQUESRecomendado
Siga nas redes
Mais compartilhados
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar