Principais novidades no mundo de e-sports na quarta semana de setembro

Teve final de um grande campeonato em Nova York, o anúncio do próximo Major de CS:GO, regras polêmicas impostas pela ABCDE, e outras novidades.

Por | @grasiel_grasel Games

Na última semana de setembro tivemos várias novidades, principalmente no cenário nacional e internacional de CS:GO, com a final da Intel Gaming Challenge no Brasil e a ESL One New York nos Estados Unidos, o anúncio do próximo major de CS:GO, que será organizado pela ELEAGUE e também uma polêmica pesada sobre as exigências da ABCDE para que torneios de e-sports sejam oferecidos no Brasil, o que não agradou muito os organizadores. Confira as novidades do mundo de e-sports na última semana.

SK cai na semifinal e NaVi é a campeã da ESL One New York

As finais da ESL One New York foram uma das mais disputadas de toda a história do CS:GO, com inúmeros rounds de prorrogação e todos os três mapas de cada confronto sendo jogados, o evento vai ficar marcado na memória de jogadores e torcedores. Memórias talvez não tão felizes para a SK Gaming...

A equipe brasileira da SK Gaming teve um desempenho aceitável na competição, embora um pouco abaixo das expectativas para os que são considerados como melhores do mundo, eles acabaram perdendo na semifinal para os poloneses da Virtus.pro, que acabaram sendo derrotados na final pela Natus Vincere, que sagrou-se campeã do torneio.

A Natus Vincere vinha batendo na trave em alguns campeonatos passados, como na ELEAGUE, a Dreamhack Malmö e a MLG Columbus, nos quais a equipe ficou bem próxima de conseguir o título de campeã, e com a vitória, Ladislav “GuardiaN” Kovács, conhecido por muito tempo como o melhor sniper de CS:GO do mundo, desabou com tamanha felicidade.

ELEAGUE sediará o próximo major de CS:GO

Marcado somente para janeiro de 2017, o próximo major de CS:GO será organizado pela ELEAGUE, a qual realizou um torneio em maio do ano passado com duração de dois meses e que ficou conhecido como o de maior premiação já visto no cenário competitivo de Counter Strike.

A ELEAGUE é organizada pela emissora de televisão Turner (TBS) e o local escolhido para sediar os confrontos do major será no teatro Fox Theatre e, assim como é de costume nos maiores campeonatos apoiados pela Valve (desenvolvedora do jogo), 16 times estarão disputando o título de melhor equipe do mundo e uma premiação milionária.

Além da brasileira SK Gaming, campeã do último major, já estão com vagas garantidas outras sete equipes: Team Liquid (Estados Unidos), GODSENT (Suécia), Virtus.pro (Polônia), FlipSid3 Tactics (Europa), Astralis (Dinamarca), Gambit Gaming (Rússia) e Natus Vincere (Rússia/Ucrânia). A ELEAGUE Major acontecerá entre os dias 22 e 29 de janeiro.

ABCDE define premiação mínima de R$100 mil em torneios

Na semana passada, a Associação Brasileira de Clubes de E-sports (ABCDE) definiu que a partir de agora as equipes associadas só irão participar de torneios que cumpram com algumas exigências por eles estabelecidas, dentre elas, estão valores mínimos para que torneios aconteçam, os quais geraram polêmicas.

Como cada modalidade possui um cenário competitivo diferente, cada jogo terá seu próprio valor mínimo pré-estabelecido, sendo R$100 mil para torneios de League of Legends e R$10 mil em Counter Strike: Global Offensive e Dota 2. De acordo com o presidente da associação, Lucas Almeida, "O valor não é alto para o nível de entrega de um mês de liga".

Dentre outras regras estabelecidas estão a exigência de refeições a cada seis horas, água disponível 24 horas e um ambiente climatizado para os times em presenciais. No LoL, especificamente, ainda existem outros requisitos: passagens para sete pessoas (cinco jogadores, treinador e manager), traslado de van executiva para 12 pessoas, hospedagem em hotel três estrelas, cadeira ergométrica gamer ou presidencial com regulagem de altura e braços, duas salas pré-jogo climatizadas e espaço de descanso reservado para os jogadores, sem acesso do público, dentre outras exigências.

Principais novidades no mundo de e-sports na quarta semana de setembro

Organizadores de torneios online reclamam das exigências da ABCDE

Sem entrar em contato com organizações que oferecem campeonatos de e-sports no país, a ABCDE já rendeu polêmicas ao definir os valores mínimos exigidos para a participação de equipes associadas em torneios, o que criou um clima desagradável com organizadores. Para a Xtreme League (XLG), Gamers Club e ESEA Brasil, alguns dos requisitos estão fora de cogitação na a realidade do cenário competitivo brasileiro.

A XLG, que além de competições de LoL esporádicas, em parceria com a Riot Games Brasil também promove o Circuito Desafiante, principal campeonato online no qual equipes brasileiras podem chegar ao Campeonato Brasileiro (CBLoL), e para atender todas as exigências da ABCDE, teria um aumento de 300% nos custos do evento.

De acordo com Felipe Campos, gerente de e-sports da XLG, "É um valor muito distante para a realidade brasileira [...] Inclusive estamos em negociação. Um ponto importante de mencionar é que, durante a apresentação deles (ABCDE), se disponibilizaram para negociar os termos e é justamente o que estamos tentando fazer, entrar em acordo com eles para viabilizar o negócio".

Principais novidades no mundo de e-sports na quarta semana de setembro

Leia também:

Big Gods conquista o título de campeã da Intel Gaming Challenge de CS:GO

Depois de vencer a INTZ em uma final apertadíssima, a Big Gods sagrou-se campeã da Intel Gaming Challenge de CS:GO, o primeiro campeonato da modalidade atendendo as exigências da ABCDE, o evento foi realizado na MAX5, em São Paulo.

A Big Gods passou em segundo lugar no grupo B do torneio, tendo um desempenho de duas vitórias e uma derrota, mesmo resultado da CNB e da teamONE, a equipe ficou no segundo lugar da chave, mas como tinha o maior número de rounds vencidos, a campeã passou para os playoffs. No primeiro lugar do grupo B, a Remo Brave avançou aos os playoffs, mas perdeu para a INTZ na semifinal.

Embora que a equipe estivesse desfalcada, sem a presença de Felipe "delboNi" Delboni, que foi substituído por Gabriel "NEKIZ" Schenato, o desempenho da Big Gods foi espetacular, vencendo os intrépidos por 3 a 2 em uma série de cinco mapas: 16 a 4 na mirage, 16 a 12 na train, 7 a 16 na cobblestone, 20 a 22 na dust2 e 16 a 9 na cache.

Fonte: MyCNB

Mais sobre: esports, especiale-sports, csgo
Share Tweet
Mais compartilhados
Comentários