Verduras produzidas no espaço farão parte do cardápio dos astronautas pela primeira vez

Alface vermelha que será saboreada hoje pelos tripulantes da Estação Espacial Internacional demorou um mês para ser colhida. A ingestão de vegetais pelos tripulantes pode ser muito benéfica para a saúde mental, avalia a NASA.

Por | @RafaelaPozzebon Ciência

No geral, uma boa salada faz parte do cardápio de qualquer pessoa. Porém, para os astronautas que passam vários meses no espaço esse tipo de alimento não faz parte da alimentação, ao menos da forma natural em que conhecemos. No entanto, essa realidade poderá mudar.

Verduras produzidas no espaço farão parte do cardápio dos astronautas pela primeira vez

Nesta segunda-feira (10), os tripulantes a bordo da Estação Espacial Internacional terão um prato diferente: alface vermelha. As verduras em questão foram produzidas no espaço. De acordo com a Agência Espacial Americana (NASA), esta será a primeira vez que astronautas irão comer verduras produzidas no espaço. As alfaces vermelhas foram plantadas pelo astronauta Scot Kelly em 8 de julho e colhidas após um mês.

Porém, para quem pensa que o cultivo foi fácil, engana-se. Como não existe terra na Estação Espacial, os astronautas usaram um sistema de agricultura artificial, chamado de Veggie.

Verduras produzidas no espaço farão parte do cardápio dos astronautas pela primeira vez

Leia também:

Para a produção foi necessário o uso de “travesseiros” pré-fabricados de sementes, que foram colocados sob luzes vermelhas e azuis emitidas por lâmpadas LED. O sistema já produz vegetais desde 2014, porém, as plantas não tiveram o mesmo destino que as de hoje, elas voltaram à Terra para serem analisadas. A NASA avaliou se os vegetais podiam ser consumidos pelos tripulantes, já que o ambiente da Estação poderia transferir algum tipo de resíduo contaminado para as plantas.

Após autorização de consumo dos vegetais pela NASA, os astronautas precisam apenas limpar as plantas com um líquido especial, para remover as impurezas. Infelizmente os tripulantes não poderão comer tudo, a metade do que está do que está no prato deverá ser guardado para uma avaliação na Terra.

De acordo com a NASA, esse tipo de ingestão por ser muito válida aos astronautas, trazendo inclusive benefício mental a eles. A Agência ainda está monitorando os efeitos da alimentação no organismo dos tripulantes da ISS, como preparação para uma futura viagem a Marte. 

Mais sobre: nasa, astronautas, marte
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários