Boeing registra patente de campo de força

Campo de força poderá ser usado na proteção de prédios e submarinos.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Os campos de força são comumente vistos em filmes de ficção científica, porém, saiba que ele pode sim se tornar real. A Boeing, por exemplo, registrou recentemente uma patente nos Estados Unidos com algo que lembra muito o conceito de campo de força. O nome usado para registro de patente é "método e sistema para atenuação de ondas de choque através de arco eletromagnético". Como significado, o sistema é capaz de proteger estruturas da onda de choque que pode ser causada por explosão.

Na prática, um sensor pode identificar as explosões, que podem acontecer tanto na água quanto no ar. Um sistema é capaz de identificar o momento da explosão e também a sua localização. E ainda é possível constatar quando o impacto da explosão irá chegar ao veículo.

As formas de realização descritas acima podem reduzir a densidade da onda de choque através da criação de um segundo meio no caminho da onda de choque, que reflete, refrata, absorve e desvia o avanço de pelo menos parte da onda de choque", diz a patente.

Logo após, um sistema de lasers é ativado. Ele é responsável por aquecer uma região do ar próxima ao veículo, o que cria uma espécie de escudo de plasma entre o alvo e a explosão.

Assim sendo, os danos causados ao possível alvo podem ser minimizados. Para que haja certeza sobre as informações e obter o resultado esperado, um banco de dados com informações de outros eventos seria usado. Com tais dados ainda é possível escolher a melhor estratégia para cada ocasião.

A patente está idealizada na proteção de veículos, porém, pode também ser usada para proteção de aviões, navios, submarinos, prédios e até soldados a pé. Vale notar que o registro de uma patente não significa a obrigatoriedade no desenvolvimento da ideia.

Mais sobre: boeing campodeforca veiculos
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo