Nesta terça-feira (05), a Índia deu início a sua primeira missão a Marte. O lançamento do satélite orbitário, que ocorreu às 14h38 (7h08 de Brasília) do Centro Espacial Satish Dhawan em Sriharikota, no estado sulista de Andhra Pradesh, foi um sucesso, e foi retransmitido ao vivo pelas televisões locais.  

A espaçonave Mangalyan ficará na órbita terrestre até o dia 1º de dezembro, depois iniciada a sua viagem de 300 dias até o Planeta Vermelho. A chegada está prevista para acontecer no dia 24 de setembro de 2014, após percorrer 400 milhões de quilômetros.

Esse é o início modesto para nossa missão interplanetária" , disse Deviprasad Karnik, porta-voz da Organização Indiana de Pesquisa Espacial.

O veículo responsável pela missão, leva consigo cinco instrumentos para estudar a superfície do planeta, bem como a topografia e a atmosfera de Marte.

"Orbitar Marte é um desafio por si só", disse ao jornal local The Times of India o presidente da Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO, sigla em inglês), K. Radhakrishnan, que acrescentou que haverá "missões maiores depois".

Vale notar que se a Índia conseguir finalizar a missão, o país será o primeiro da Ásia a chegar ao Planeta Vermelho. Até agora, somente os Estados Unidos, Rússia e União Europeia conseguiram o feito.

No ano passado a Índia comemorou 50 anos do início de seu programa espacial. O seu primeiro lançamento aconteceu em 1975, ocasião que foi enviado ao espaço o satélite Arybhatta, usando um foguete russo.