Hackers obtém acesso a dados de quase 3 mi de clientes da Adobe

Adobe assume que foi vítima de cibercriminosos. Dados de 2,9 milhões de clientes foram acessados.

Por | @RafaelaPozzebon Internet

A Adobe confirmou que cibercriminosos tiveram acesso a 2,9 milhões de dados de clientes da empresa, além também do código fonte de vários produtos.

De acordo com a equipe de segurança da companhia são “ataques sofisticados” e acontecerem “muito recentemente”,  disse o chefe do departamento de segurança da Adobe, Brad Arkin, na quinta-feira (3), data em que o episódio foi revelado.

"Neste momento, não acreditamos que os crackers removeram a criptografia os números de cartões dos nossos sistemas", disse Arkin. 

"Nossa investigação até agora indica que os cibercriminosos removeram certas informações de clientes entre 11 e 17 de setembro de 2013", disse uma porta-voz da Adobe via e-mail.

Conforme a empresa, dados como IDs e senhas nos seus sistemas foram acessados. Além disso, os responsáveis pelo ataque removeram nomes dos usuários, bem como encriptaram números de cartões de crédito, datas de expiração e ainda outras informações relacionadas aos pedidos dos clientes.

"Com base em nossas investigações, não temos conhecimento sobre qualquer risco específico para clientes como resultado do incidente", disse Arkin em outro post.

Por fim, a desenvolvedora do Photoshop  e do Flash disse que está notificando os usuários e redefinindo senhas. Os bancos responsáveis por processar pagamentos da Adobe também já foram alertados.

Mais sobre: dados, Adobe, cibercriminosos
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários