NASA envia sonda para estudar crepúsculo lunar

Nasa irá explorar superfície Luna. A sonda, não-tripulada, responsável pela missão foi lançada hoje.

Por | @RafaelaPozzebon Ciência

Hoje, sábado (7), a Agência Espacial Americana (Nasa) irá lançar um foguete não-tripulado que irá explorar a superfície lunar. A existência de atmosfera da Lua sempre foi muito questionada, porém, os cientista afirmam que mesmo muito fina, ela existe.

A missão também pretende medir a poeira lunar, já que nenhum outro estudo teria se voltado para tais detalhes. Com isso, os cientistas pretendem descobrir se a poeira lunar é a responsável pelo brilho visto um pouco antes do nascer do Sol, como várias missões de Apollo já relataram.

Os cientistas querem determinar se o pó lunar carregado eletricamente pela luz do sol foi a causa do resplendor na aurora sobre o horizonte da Lua detectado pelos astronautas durante várias missões da era de Apollo nas décadas de 1960 e 1970. "Às vezes nos surpreendemos quando começamos a falar de uma atmosfera lunar porque a maioria de nós aprendeu na escola que a Lua não tem atmosfera", comentou em uma teleconferência Sarah Noble, cientista do programa LADEE. "Existe, mas é muito, muito tênue", acrescentou.

O foguete será o responsável por estrear a nova base de lançamento da Nasa no Estado americano de Virgínia. A missão chamada de LADEE (Explorador da Atmosfera e Poeira Lunar, em tradução livre), possui o tamanho de um carro pequeno e pesa cerca de 450 quilos. A viagem terá duração de um mês. A missão, por sua vez, terá duração de seis meses. No final, o foguete irá se chocar com a Lua.

A última missão da Nasa para a Lua foi em 2012, com o lançamento das sondas gêmeas Grail para medir seu campo gravitacional. Antes disso, em 2009, os Estados Unidos lançaram as duas sondas, que confirmaram a presença de água em forma de gelo em uma cratera no polo sul da Lua.

O Centro Espacial de Wallops fica a 270 quilômetros da capital americana. Criado em 1945, ele tem sido usado para lançar pequenas naves suborbitais e balões científicos.

Mais sobre: lua, nasa, universo
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários