Zeus volta atacar; as vítimas da vez são usuários do Instagram

Vírus criado em 2007 para roubar contas bancárias e cartões de créditos volta a atacar e desta vez ataca uma das mais famosas redes sociais do mundo, o Instagram.

Por | @RafaelaPozzebon Segurança digital

O Zeus ataca de novo; o vírus usado para roubar informações de cartões de crédito chega à rede social de compartilhamento de imagens, o Instagram. O Zeus tem como objetivo vender os dados online armazenados nesta rede social.

Sendo assim, além de roubar informações de cartões dos usuários da rede em questão após o mesmo efetuar a compra da imagem, o Zeus força os atingidos por ele, a seguir outros usuários infectados e curtir suas imagens, onde a cada curtida, paga-se o valor de US$ 15 a US$ 30, já para cada foto vendida o valor “cobrado” é de US$ 6 para cada 1.000 números de cartões de créditos.

Os dados desta informação foram divulgados pela agência de Tecnologia RSA. Vale salientar que o Zeus foi criado exatamente para roubar dados bancários e cartões de créditos, sendo que na nova versão, o mesmo obriga os usuários a curtir fotos e seguir pessoas no aplicativo em destaque.

O Zeus é um vírus que fora criado em 2007 e de lá para cá, já atacou milhares de pessoas. Em relação a esse novo ataque, até o exato momento não se tem noção de quantas pessoas foram atingidas com o vírus, sendo ele o primeiro já criado para esse tipo de golpe.

Mais sobre: Zeus, Instagram, vírus
Share Tweet
DESTAQUESMais compartilhados
Comentários