Planeta rosa intriga cientistas

Exoplaneta de cor rosa intriga cientistas devido ao seu grande tamanho.

Por | @oficinadanet Ciência

A Nasa, Agência Espacial Americana, divulgou na última quarta-feira (7), a ilustração de sua recente descoberta: um exoplaneta da cor rosa. O planeta, que fica fora do sistema solar, de nome GJ 504b, está localizado a 57 anos-luz da Terra e orbita uma estrela semelhante ao nosso Sol.

O exoplaneta de cor rosa possui o tamanho aproximado de Júpiter, porém mais denso. De acordo com os pesquisadores a sua idade é de cerca de 160 milhões de anos.

No entanto, com a descoberta do GJ 504b, muitas perguntas surgiram aos cientistas, já que a relação entre a distância da estrela e a sua massa representa um grande desafio para as atuais teorias sobre a formação dos planetas.

"Se pudéssemos viajar para esse planeta gigante, veríamos um mundo ainda brilhando no calor de sua formação com uma cor que lembra uma escura flor de cerejeira", afirmou Michael McElwain, integrante do grupo de cientistas da Nasa, responsável pela descoberta do planeta.

O GJ 504b é considerado o planeta de menor massa já descoberto ao redor de uma estrela semelhante ao Sol. Conforme a teoria mais aceita pelos estudiosos, chamada de core-accretion, estrelas como estas não possuem “metais” suficientes para formar núcleos de planetas de tal tamanho.

“Esse está entre os planetas mais difíceis de explicar no tradicional âmbito de formação planetária", explica o astrônomo Markus Janson. "Sua descoberta implica na conclusão de que precisamos reconsiderar seriamente teorias de formação alternativas, ou até reavaliar alguns dos pressupostos básicos da teoria de core-accretion".

Mais sobre: universo nasa planeta
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo