Telescópio do Observatório La Silla avista formação jovem de estrelas

De acordo com o Observatório Austral Europeu – ISSO, que está localizado ao sul da Alemanha, em Garching, informou que o telescópio MPG/ISSO do Observatório La Silla, no Chile, avistou um lindo grupo de brilhantes estrelas quentes e azuis, ou seja, uma formação jovem de estrelas

Por | @oficinadanet Internet

De acordo com o Observatório Austral Europeu – ISSO, que está localizado ao sul da Alemanha, em Garching, informou que o telescópio MPG/ISSO do Observatório La Silla, no Chile, avistou um lindo grupo de brilhantes estrelas quentes e azuis, ou seja, uma formação jovem de estrelas.

Conforme os astrônomos do ISSO acreditam que a constelação denominada NGC 2547, possua entre 20 e 35 milhões de anos idade segundos eles, comparável a um bebê de aproximadamente três meses se compararmos com a idade do sol, que possui 4,6 bilhões de anos.

A “nova constelação” encontra-se aproximadamente há 1,5 mil anos luz da Terra, na constelação austral de Vela. A imagem foi captada por uma câmera de grande campo instalada no Observatório La Silla.

A constelação NGC 2547 possui várias estrelas quentes e brilhantes azuladas, sendo esse o maior indício de ser uma constelação jovem, porém no meio dessas, foram encontradas algumas estrelas amarelas e vermelhas, as quais já evoluíram e transformaram-se em estrelas vermelhas gigantes.

Geralmente, cúmulos estrelares abertos possui vida curta, sendo assim, centenas de milhões de anos antes mesmo de se desintegrarem e terem suas estrelas transformadas em pó.

Mais sobre: estrelas astrônomos la silla
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo