Oficina da Net Logo

Microsoft libera a utilização de 60 mil patentes para ajudar Linux

A companhia diz ainda que espera que sua decisão de entrar para a OIN possa atrair “muitas outras empresas” para associação.

Por | @oficinadanet Linux

Na quarta-feira (10), a Microsoft anunciou a sua entrada no grupo Open Invention Network (OIN), que tem a função de proteger o Linux e também outros programas open-source de processos por patentes.

A Microsoft, com a atitude, irá transferir o seu portfólio de aproximadamente 60 mil patentes para a comunidade, que já fornece uma plataforma de patentes para cerca de 2.650 companhias em todo o mundo.

Microsoft libera a utilização de 60 mil patentes para ajudar Linux.Microsoft libera a utilização de 60 mil patentes para ajudar Linux.

“Agora, à medida que entramos para a OIN, acreditamos que a Microsoft poderá fazer mais do que nunca para ajudar a proteger o Linux e outros fluxos de trabalho open-source importantes de declarações de patentes. Trazemos um portfólio valioso e profundo de mais de 60 mil patentes publicadas para a OIN”, disse a companhia através de um post em seu blog.

"Nós disponibilizamos todo o nosso portfólio de patentes para o sistema Linux. Isso não é apenas referente ao kernel do Linux, mas também para outros pacotes construídos a partir disso", disse Erich Andersen, chefe do departamento de PI da Microsoft.

A companhia diz ainda que espera que sua decisão de entrar para a OIN possa atrair “muitas outras empresas” para associação, como modo de fortalecimento da rede de licenciamentos, e com isso beneficiar a comunidade open-source.

MAIS SOBRE: #Microsoft  #open source  #Linux  #patentes
Comentários
Carregar comentários
Siga o nosso Instagram!

Estamos lá também: @oficinadanetoficial

Seguir o Instagram do Oficina da Net