Oficina da Net Logo

Governo dos EUA está persuadindo aliados a pararem de usar produtos da Huawei

Neste ano, os EUA proibiram o uso de equipamentos da Huawei pelo governo e ainda recusaram a permissão para que lojas do varejo em base militares vendam aparelhos Huawei.

Por | @oficinadanet Huawei Pular para comentários

O governo dos Estados Unidos está persuadindo os aliados a pararem de usar equipamentos da Huawei por medidas de segurança, disse o Wall Street Journal. Conforme fontes, as autoridades governamentais dos EUA se encontraram com homólogos na Alemanha, Japão e Itália e pretendem oferecer incentivos financeiros aos países que optarem por não usar mais os equipamentos da marca chinesa.

Neste ano, os EUA proibiram o uso de equipamentos da Huawei pelo governo e ainda recusaram a permissão para que lojas do varejo em base militares vendam aparelhos Huawei. Com a implantação das redes 5G a preocupação em segurança fica ainda maior.

Governo dos EUA está persuadindo aliados a pararem de usar produtos da Huawei.Governo dos EUA está persuadindo aliados a pararem de usar produtos da Huawei.

A preocupação com produtos de telecomunicações fabricados na China não surgiram agora, elas vem também da administração anterior. Porém, a guerra comercial liderada pelo presidente Trump elevaram os temores em relação à segurança cibernética. Leia em destaque: Os 5 melhores smartphones da Huawei para comprar em 2018.

Mesmo que a Huawei diga que trabalha de forma independente de seu governo, um senador revelou no início do ano que a empresa “é efetivamente um braço do governo do governo chinês”. Para completar, lideranças do FBI, CIA e NSA alertaram contra o uso de aparelhos celulares e outros serviços pelo fabricante.

A Huawei acabou abrindo um centro no Reino Unido que foi projetado para verificar os seus equipamentos por falhas de segurança e backdoors, mesmo que um conselho de supervisão do governo tenha mencionado que o esforço oferecia “garantia limitada”. Além disso, na Alemanha também aberto um centro neste mês.

A Huawei revelou estar surpresa e disse estar preocupada com os esforços. "Se o comportamento de um governo se estender além de sua jurisdição", disse, "tal atividade não deve ser estimulada".

Fonte: The Verge

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #huawei  #equipamentos  #EUA
Comentários
Carregar comentários