Oficina da Net Logo

Polícia de Nova York ordena que Google pare de mostrar locais de blitz no Waze

Motoristas recorrem ao Waze não somente para descobrir uma melhor rota, mas também para saber os locais de possíveis blitz e postos policiais. Autoridades repudiam a ação.

Por | @oficinadanet Google Pular para comentários

Os aplicativos usados no trânsito, como Waze, tem como função principal mostrar a rota a ser trafegada. Além disso, os usuários também ficam atentos às barreiras e acidentes que estejam impedindo o tráfego.

Os motoristas também costumam alertar o restante dos usuários sobre os locais que estão sendo realizadas blitz, como ainda os postos oficiais e radares, tudo isso para evitar que os demais condutores sejam multados. No entanto, a atitude não costuma ser bem vinda pelas autoridades e por essa razão, a polícia de Nova York decidiu ser mais rígida com o dono do Waze, o Google.

Polícia de Nova York ordena que Google pare de mostrar locais de blitz no Waze.Polícia de Nova York ordena que Google pare de mostrar locais de blitz no Waze.

O Google Maps já vem construindo um sistema semelhante e a reclamação do New Yorl Police Departament (NYPD) é a mesma de outras autoridades: através dos avisos os infratores poderão driblar as autoridades  e continuar impunes.

“As pessoas que postam os locais de blitz podem estar envolvidas em conduta criminosa, uma vez que tais ações podem ser tentativas intencionais de impedir e/ou prejudicar a administração das leis de trânsito e outras leis criminais relevantes. A publicação dessas informações para consumo público é irresponsável, uma vez que serve apenas para ajudar motoristas com problemas físicos e embriagados a evitá-los e incentivar a direção imprudente. Revelar a localização dos postos de controle coloca em risco os motoristas, seus passageiros e o público em geral”, argumenta o documento do NYPD.

O Google acabou se manifestando sobre o assunto: “Segurança  é uma das principais prioridades ao desenvolver recursos de navegação na Google. Acreditamos que informar os pilotos sobre radares de velocidade futuras permite que eles sejam mais cuidadosos e tomem decisões mais seguras quando estiverem na estrada”.

Fonte: 9to5google

Assista ao nosso último vídeo: