Entenda por que o YouTube Gaming é a maior ameaça ao Twitch

Veja e entenda o porque o YouTube Gaming é a maior ameaça à plataforma de live streaming Twitch. Foram diversos acontecimentos que culminaram neste resultado.

Fonte: Quartz (qz)
Fonte: Quartz (qz)

Em dezembro do ano passado, a Twitch estava com 61% do mercado de live streamings na região das Américas e Europa, mas esse número já foi maior. Pensava-se em 2014, quando a Amazon comprou a empresa de streaming por US$970 milhões, que a plataforma seria o "YouTube dos video games". Entretanto, estão surgindo sinais que mostram que em breve o serviço de transmissão de jogos por vídeo em tempo real pode perder sua supremacia.

Twitch disputa por público com YouTube Gaming, Mixer e Facebook Gaming

Atualmente, a Twitch se encontra em uma batalha por público com o YouTube, o Facebook Gaming e o Mixer (Microsoft). Com a ampla concorrência, poderá haver uma diversificação de públicos e por conta disso, a Twitch terá de se esforçar para também atendê-los, para não ficar para trás.

Twitch perde exclusividade da Call of Duty League e o Overwatch League para o YouTube Gaming

No mês passado, a Twitch tomou um "belo" golpe na "barriga", quando o estúdio de jogos Activision Blizzard e o Google revelaram que foi feita uma parceria de muitos anos de exclusividade do YouTube. Agora, a transmissão dos jogos de seus campeonatos de e-sports, incluso o Call of Duty League e o Overwatch League, será realizada no YouTube Gaming. A Twitch havia feito um contrato de dois anos com o estúdio em 2017, o que mostra que a empresa está perdendo cada vez mais relevância no mercado.

A mudança citada acima mostra uma grande perda para a Twitch, pois o estúdio era um dos principais atrativos para o aumento de tráfego da plataforma. A Overwatch Legue, por exemplo, era o segundo canal mais assistido na plataforma, atingindo mais de 80 milhões de horas assistidas desde janeiro de 2019, segundo o site de análise do Twitch, Sully Gnome. Olhando para Call of Duty, mesmo com uma transmissão mais humilde, seus campeonatos via live streaming atraíram milhões de espectadores, quebrando recordes.

Microsoft comprou plataforma de streaming de games Beam para melhorar as ferramentas de sua plataforma, a Mixer

Enquanto a audiencia da Twitch cai, as dos concorrentes YouTube Gaming, Mixer e Facebook Gaming crescem significativamente. Ao invés de copiar o que a Twitch já faz, os rivais decidiram criar uma identidade própria. Por exemplo, a Microsoft chegou a comprar um site de streaming de games chamado Beam e utilizou as ferramentas dedicadas aos usuários. Além disso, a desenvolvedora do Windows optou por fazer um projeto de plataforma de streaming que fosse independente, ao invés de fazer algo dedicado para os jogadores do Xbox.

O Facebook Gaming estreou no ano de 2018 e oferece aos streamers a ferramenta de grupos, transmissões ao vivo e mini games (algo como o que se tem no Messenger).

YouTube Gaming passou por reformulação em 2019 obtendo um aumento de 46% no tráfego

Em 2019, o YouTube passou por uma grande reformulação para que houvesse um aumento de tráfego em sua plataforma de streaming de jogos. Foi implementado uma mesclagem do seu app de jogos com o site principal, obtendo desta forma quase o dobro de audiência. O número de horas assistidas subiu 46% no YouTube Gaming no ano de 2019, segundo o site Newzoo.

Migração de Tyler 'Ninja' Blevins e Michael 'Shroud' Grzesiek para a Mixer, da Microsoft

Com a migração dos usuários para as plataformas rivais, o mesmo ocorreu com alguns dos principais streamers da Twitch. No ano de 2019, os Pro Players Tyler 'Ninja' Blevins e Michael 'Shroud' Grzesiek, se mudaram para a Mixer, da Microsoft. Tivemos também a mudança de Jack 'CouRage' Dunlop, streamer do game Fortnite, indo para o YouTube.

YouTube Gaming implementa ferramenta de automod para auxiliar nos chats

Os desenvolvedores do YouTube Gaming não estão procurando repetir a fórmula da Twitch, houve ações para a melhoria do engajamento do seu público. Exemplo disto, foi a reunião de streamers de videogame no ano passado, revelando novas ferramentas para a moderação, no intuito de auxiliar no controle dos chats, como o AutoMod (moderação automática inteligente), que se utiliza de inteligência artificial (IA) para localizar mensagens suspeitas.

O crescimento da popularidade dos games mobile no YouTube Gaming

No final do mês de janeiro deste ano, o chefe Global do YouTube Gaming, Ryan Wyatt, disse:

"Estamos vendo muito interesse em todas as plataformas de jogos, incluindo jogos para PC, console e dispositivos móveis."

E realmente, se analisarmos os games mobile, como PUBG Mobile e Mobile Legends: Bang Bang, veremos que a temática está indo bem no YouTube. Segundo Ryan, este aumento de audiência é devido ao crescimento da plataforma de jogos na Índia, no sudeste da Ásia e na América Latina.

Enquanto o YouTube Gaming ganhou popularidade, a Twitch perdeu no mesmo período

O aumento da popularidade do YouTube Gaming coincidentemente foi na época em que ocorreu o declínio de forma geral no tráfego da Twitch. Segundo o relatório dos sites Streamlabs e Newzoo, as horas assistidas na Twitch sofreram uma queda no último trimestre do ano passado (2019), quebrando o fluxo de aumento constante. Ao compararmos com o início de 2019, o fim do ano mostrou uma diminuição das horas assistidas, horas transmitidas, número de canais únicos e da média de visualizações simultâneas.

Total de horas assistidas em milhões por plataforma. Fonte: Streamlabs (via quartz)
Total de horas assistidas em milhões por plataforma. Fonte: Streamlabs (via quartz)

Em resposta ao site Quartz, um porta-voz da Twitch disse:

"Adoramos o e-sports e continuaremos investindo em jogos competitivos como parte de nossa estratégia geral de conteúdo, e estamos comprometidos em trabalhar com parceiros que inovam e impulsionam o setor."

Qual o futuro da Twitch?

Ao que parece, a Twitch está se tornando cada vez menos focada em games. Prova disto, é a categoria "Just Chatting" (termo para designar conteúdos não relacionados a jogos) na plataforma, que foi a seção mais assistida no mês de dezembro do ano passado. Qual será o futuro da plataforma? Só o tempo dirá.

Qual será o destino da plataforma de live streaming Twtich? Comente abaixo e compartilhe conosco a sua opinião!

Fonte: Quartz

TV QLED barata para NETFLIX? 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário