Canal BitCine cria simulação de Fortnite em 8-bit

No início deste mês o canal BitCine publicou no YouTube uma parodia do jogo Fortine. No vídeo foi feito uma releitura de como seria o game se tivesse sido lançado há algumas décadas atrás, em 8-bit. Confira!

Por Games Pular para comentários
Fonte: BitCine (YouTube)
Fonte: BitCine (YouTube)

No início deste mês o canal BitCine publicou no YouTube uma parodia do jogo Fortine. No vídeo foi feito uma releitura de como seria o game se tivesse sido lançado há algumas décadas atrás, em 8-bit.

Ao longo do vídeo, vemos que Fortnite foi adaptado para 2D, como eram os jogos antigamente, por exemplo, no console Mega Drive (Sega Genesis), no Super Nintendo (SNES), no Nintendinho (NES), etc. Os produtores tiveram o cuidado de manter a clássica saída do ônibus da Epic Games, além da mecânica de construção e troca de tiros entre os jogadores.

Fortnite, desenvolvido pelo estúdio Epic Games, foi lançado originalmente no ano de 2017. O game possui dois modos, o Save the World, cooperativo pay-to-play, de sobrevivência onde até 4 jogadores batalham contra inimigos, e o Battle Royale, free-to-play do gênero battle royle.

O jogo de battle royalle esta disponível para PC, mac OS, Playstation 4, Xbox One, Nintendo Switch, Android e iOS. De acordo com a Epic Games, Fortnite já possui mais de 200 milhões de usuários ativos, ou seja, o título é um dos maiores sucessos mundiais atualmente.

Confira abaixo a produção baseada em Fortnite em 8-bit:

O canal BitCine é focado na produção de versões em 8-bit de grandes sucessos da cultura POP de jogos, filmes e artistas. Recentemente o game Dark Souls ganhou uma versão "pixelada". Foram feitas também versões dos títulos The Last of Us, Uncharted 4, Super Mario Odissey, GTA V, Cuphead, Shadow of the Colossus, Sekiro: Shadow Die Twice, entre outros.

Fonte: BitCine (YouTube), Epic Games, Wikipedia

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários