Fortnite vs Free Fire: Quais as diferenças entre esses dois jogos Battle Royale?

Fortnite vs Free Fire. Está em dúvida entre qual game baixar no seu smartphone? Agora você pode conferiri as principais vantagens de cada jogo e decida o melhor para você.

Por | @oficinadanet Games Pular para comentários

Você sabe as diferenças entre Free Fire e Fortnite? Esses dois jogos de Battle Royale são muito populares entre os dispositivos móveis brasileiros. O Fortnite Battle Royale é um jogo conhecido em todo o mundo, cuja popularidade continua a crescer, e o Garena Free Fire é uma alternativa interessante que está ganhando popularidade por ser focado e otimizado para todos os dispositivos móveis, incluindo os menos sofisticados. E qual deles é melhor para você? Para saber, leia nosso comparativo Fortnite vs Free Fire.

Comparativo Fortnite vs Free Fire

Vamos começar a falar sobre as diferentes filosofias que ambos os títulos seguem quando se trata de levar seu jogo para dispositivos móveis. 

Então, continuaremos com as principais diferenças que eles têm ao jogar, e para concluir falaremos sobre algumas peculiaridades de cada um deles, como armas, personagens, entre outros.

Requisitos

Ambos os jogos diferem em sua estratégia para as plataformas para as quais estão disponíveis. O Fortnite procura o jogo cruzado e alcança todos os dispositivos possíveis, e é por isso que você pode jogar tanto em computadores Windows e Mac quanto em consoles como PS4 e Xbox One, ou até mesmo o Nintendo Switch. Além disso, ele também alcançou dispositivos móveis Android e iOS.

Esta estratégia é muito boa para crescer rapidamente, pois permite que você jogue com seus amigos ou vizinhos, independentemente dos dispositivos ou consoles que você tem cada um. Mas tem um lado negativo, que é necessitar de um dispositivo com mais poder de processamento, o que nem todos tem acesso.

Enquanto isso, o Free Fire é um jogo que foi desenvolvido exclusivamente para dispositivos móveis, tanto para iOS quanto para Android (apesar de ser possível jogar em um PC). 

Isso pode limitar bastante a experiência multiplayer com pessoas que têm outros tipos de dispositivos, mas permite que seus desenvolvedores criem um jogo que atenda às peculiaridades dos jogadores móveis. Além disso, é difícil quem não tenha um smartphone com Android ou iOS atualmente.

Partidas e gráficos

No Free Fire, os jogos são mais curtos e rápidos, pois tem metade dos jogadores em cada partida. E acima de tudo, o jogo pesa consideravelmente menos que Fortnite, o que permite que você jogue em dispositivos com menos especificações ou que menos espaço livre de memória interna disponível. Em troca dessa vantagem, os gráficos são um pouco menos detalhados, embora isso ajude precisamente a rodar liso em dispositivos mais simples.

Free FireFree Fire

Em qualquer um dos casos, o Free Fire tem gráficos razoáveis, apesar de não serem tão detalhados quanto os de Fortnite, que se destaca entre outros rivais móveis do gênero, como o PUBG. Outro fator a ser considerado é que você vai jogar em um smartphone, então a resolução nem sempre é tão importante assim.

FortniteFortnite

Jogabilidade

Nº Jogadores por Partida Duração Média Partida Modos Eventos Especiais Mapas
Fortnite 100 20 minutos Solo, Duo, Squad Sim 1
Free Fire 50 10 minutos Solo, Duo, Squad Sim 2

A principal diferença que você encontrará entre esses dois jogos é a duração da partida e a quantidade de participantes em cada jogo. Free Fire tenta reduzir o tempo de cada um para tornar o jogo mais rápido, por isso reduziu pela metade o número de jogadores em relação ao Fortnite.

Isto significa que, em média, enquanto um jogo de Fortnite pode durar cerca de 20 minutos, as partidas do Free Fire são em média de 10 a 15 minutos.

Free FireFree Fire

Como a maioria Battle Royale, a lógica do jogo é a mesma. Em ambos os jogos você pula no início do jogo e tem que decidir em qual parte do mapa você quer pousar. Além disso, você depende do tempo da área jogável do mapa, que também diminuirá em ambos os títulos.

FortniteFortnite

No entanto, há uma diferença substancial que muda completamente a estratégia a ser seguida, e esse é o modo de construção. O jogo da Epic Games continua a diferenciar -se do resto por disponibilizar a construção de diversos tipos de estruturas, com as quais você pode se proteger, munido de materiais que você coleta o jogo, fazendo com que suas chances de vitória não depende unicamente o objetivo que você tem como acontece no resto dos jogos Battle Royales, mas também seus reflexos ao iniciar uma construção.

Para o resto, ambos os jogos são em terceira pessoa, e tentam fazer com que seus usuários não fiquem entediados, oferecendo eventos especiais de tempos em tempos. É claro que a ação do Fortnite sempre acontece no mesmo mapa, que recebe modificações durante cada temporada, enquanto no Free Fire a ação pode ser dividida em dois mapas diferentes.

E quanto aos modos de jogo, em ambos os títulos você pode jogar sozinho, em dupla ou esquadrão. Neste quesito não há grandes diferenças, embora existam alguns outros modos diferentes em cada, como a Corrida Mortal do Free Fire ou o 20x20 de Fortnite. Em qualquer caso, e concentrando-se no principal, em ambos os jogos você pode jogar com seus amigos.

Armamento, fileiras, pagamentos e personagens

Tanto o Fortnite quanto o Free Fire têm tipos muito semelhantes de armas, que são agrupadas entre rifles, pistolas e até mesmo espingardas grandes. No entanto, existem algumas diferenças a ter em conta. Por exemplo, no Fortnite você tem um sistema de cores que define o dano e a eficácia das armas coletadas, embora elas não possam se expandir com os extras, coletados durante a partida.

Armas do Free FireArmas do Free Fire

No Free Fire você também pode usar alguns extras em muitas de suas armas, permitindo que você as melhore, tornando as capazes de fazer mais danos, ou ainda usar pentes com maior capacidade. Além disso, no jogo da Epic Games você pode carregar até cinco itens na mochila, incluindo as armas, enquanto no Free Fire você pode carregar três armas, independentemente dos itens que você carrega em sua mochila.

Armas do FortniteArmas do Fortnite

Ranking e modo carreira

Os dois jogos também têm um sistema de ranking e um modo de carreira em que o progresso de cada jogador é salvo. No Fortnite a sua progressão é bastante geral, e relacionada ao tipo de plataforma, batalha e outros detalhes, enquanto no Free Fire isso depende de fatores como a pontuação de cada jogo durante a temporada.

Há também uma filosofia um pouco diferente em relação aos diferentes personagens que cada jogo oferece. No Free Fire, cada personagem tem suas próprias habilidades, pode transportar itens diferentes e pode personalizar-se com várias roupas ou kits. Portanto, a seleção de personagens pode ser uma das estratégias a ser consideradas antes de iniciar uma partida.

No Fortnite as habilidades são as mesmas para todos os personagens, e os equipamentos que podem ser adquiridos se diferem puramente por cosmética. Neste jogo a escolha do personagem não lhe dá vantagens ou desvantagens, e não influencia tanto a estratégia.

Qual o melhor entre Fortnite e Free Fire?

Como você pode ter observado neste comparativo, existem algumas vantagens e desvantagens de ambos games.

O Fortnite é melhor desenvolvido graficamente, é mais elaborado, permite construções e isso influencia na escolha de estratégias, é um jogo mais longo e com mais rivais.

Já o Free Fire é mais simples e mais leve, rodando facilmente em smartphones mais antigos ou mais simples, tem a opção de escolher personagens com características diferentes, e é um jogo mais rápido.

Primeiramente, você deve escolher o jogo de acordo com a capacidade de seu smartphone. Não adianta você querer rodar o Fortnite em um dispositivo com 1Gb de memória RAM. Mas se você tem um smartphone com um bom poder de processamento, e gostou mais do Fortnite, pode ir de cabeça.

O Free Fire é ideal para quem gosta de jogos mais simples e rápidos, com mais confronto direto e menos estratégias, e para quem quer um jogo fluído, pouco se importando com a menor qualidade de gráficos.

Mais sobre: games, jogos, aplicativos