Benefícios dos jogos para a saúde

Jogos trazem inúmeros benefícios para a saúde, algumas clínicas e profissionais da saúde estão utilizando jogos para acelerar a recuperação de pacientes.

Por | @fsbeling Games

Atualmente, jogos são utilizados em hospitais do Brasil e no mundo todo, a fim de auxiliar no tratamento de algumas doenças, como é o caso da depressão, problemas de visão, diabetes, assim como na recuperação de acidentes, na reabilitação de dependentes químicos ou na melhora das sequelas ocasionadas por problemas de saúde como AVC, Acidente Vascular Cerebral. Psicoterapeutas tem auxiliado seus pacientes com a utilização de RPG, Role-Playing-Game, incentivando a interação do indivíduo no meio social, na melhora dos sintomas depressivos, na superação da timidez, entre outros pontos benefícios para melhorar a qualidade de vida das pessoas que procuram auxílio médico.

Benefícios dos jogos para a saúde
Jogos auxiliam no tratamento de diversas doenças.

O hábito de jogar é uma tanto quanto antigo, alguns jogos populares como o xadrez, damas, dominó, castas ou até mesmo esportes já vinham sendo praticados pelos povos antigos, de cerca de milhares de anos. Assim como estes jogos, os games eletrônicos visam maior integração das pessoas, pois a uma reunião de pessoas para um jogo de futebol, jogos de tabuleiro e também para os jogos virtuais, em que na maioria das vezes os indivíduos que disputam o game passam a interagir a partir daquele momento. Ou seja, mundos virtuais também podem contribuir para a resolução de conflitos através das oportunidades de socialização e cooperação.

Na prática, consoles como Xbox (Microsoft), Playstation (Sony) e Wii (Nintendo) que contam com sensores de movimento estão sendo utilizados na recuperação de pacientes e na conscientização de que alguns tratamentos exigem um certo esforço por parte do paciente. A utilização do RPG também é eficaz no tratamento de pacientes com depressão em vários estágios, na reabilitação de viciados em drogas e álcool.

Desta forma, podemos destacar que os jogos não são apenas jogos, eles auxiliam de uma forma ou outra a população, desde que o usuário saiba utilizá-lo de forma benéfica ou em casos de tratamentos, sempre sob a supervisão de um profissional. No caso de jovens que estão passando por tratamento para desintoxicação química, os jogos, principalmente os de tabuleiros, são os que conseguem melhores resultados porque enfatizam situações do cotidiano, com situações vivenciadas pelas pessoas que buscam a libertação do vício.

Games auxiliam em tratamentos de depressãoGames auxiliam em tratamentos de depressão

Um assunto muito sério, mas que consegue ser amenizado com auxílio de jogos que evidenciam algumas situações, com o intuito de melhorar a convivência com a família, além de descontrair o paciente. Inicialmente, a terapia começou a ser adotada em clínicas de reabilitação de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, em 2014 e os profissionais que a vem utilizando confirmam que os resultados são satisfatórios.

Além disso, a prática também vem sendo adotada em terapias familiares, como estratégia de aproximação dos membros da família através dos jogos. Desta forma, profissionais conseguem analisar e identificar limites de cada membro do grupo através de terapias sistêmicas, como exemplo, crianças e adolescentes são submetidos a algumas situações em que são analisados seu poder de decisão e sua individualidade no grupo familiar.

Segundo o pediatra Dr. Eduardo Borges Boelter, os jogos são benéficos para as crianças e adolescentes uma vez que exigem a elaboração de estratégias de competição, estimulando o cérebro. Ele ainda ressaltou que sempre que questionado pelos pais sobre a inserção dos jogos no cotidiano das crianças e adolescentes, a sua resposta é sim, devem estar inseridos no meio tecnológico, senão estaremos criando pessoas para um mundo que não é o atual.

Quando surgiram os jogos de tabuleiro? 

A aproximadamente 5.000 a.C. surgiu os jogos de tabuleiro, no Egito e na Mesopotâmia. Os jogos mais antigos de tabuleiro, como o Senet e o Jogo Real de Ur, eram conhecidos como jogos de passagem da alma. Sendo assim, os povos antigos acreditavam que era símbolo de diversão eterna, e por isso, eram itens indispensáveis após a morte passando a ser enterrado juntamente com o seu dono para evitar o tédio. Com o passar dos anos, alguns jogos sofreram algumas adaptações com a sua chegada até outros povos. Com isso, em 1860, o “Jogo da Vida” foi considerado o marco da era moderna dos jogos de tabuleiro. No entanto, o jogo de tabuleiro mais conhecido no mundo todo é o Monopoly, que no Brasil se chama Banco Imobiliário.

Benefícios dos jogos para a saúde
O hábito de jogar faz bem tanto para o corpo como para a mente

Os jogos, tanto os que exigem esforço físico como os que ocupam a mente são beneficios para  a nossa saúde. Com isso, escolhemos alguns jogos para falar um pouco sobre os benefícios que proporcionam ao jogadores.

Futebol

Pesquisadores da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, analisaram uma competição de futebol com 37 homens de 20 a 40 anos, sendo que catorze deles praticavam o esporte de duas a três vezes por semana, por uma hora. Os outros participantes foram divididos em dois grupos, os que não fazem nenhuma atividade física e aqueles que correm na mesma frequência. Após três meses, os cientistas concluíram que os jogadores de futebol selecionados por eles, tiveram perda de peso e um aumento da massa muscular muito superior aos que praticavam apenas corrida, exceto os goleiros. A explicação destes resultados seria pelos diferentes movimentos que os jogadores são obrigados a fazer durante uma partida de futebol.

Jogo de futebol exigem maior resistência e velocidade dos jogadores.Jogo de futebol exigem maior resistência e velocidade dos jogadores.

De acordo com o fisiologista Paulo Zogaib, da Universidade Federal de São Paulo “Esportes como o futebol, que trabalham com resistência e velocidade, são mais completos que exercícios isolados”. O ortopedista Ricardo Cury, da Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo, também ressaltou que “O bate-bola exige corridas intensas, aceleração, desaceleração, uma variação de deslocamentos e isso faz gastar muita energia”.

Damas

Em busca do melhor caminho para o xeque-mate.Jogo requer criatividade, concentração, memorização e disciplina.

Existem duas formas de se jogar damas, uma com tabuleiro de 64 casas, que se joga com 12 pedras de cada lado e outra em tabuleiro de 100 casas, que se joga com 20 pedras de cada lado. Para João de Deus, considerado o melhor damista, o jogo de damas traz benefícios aos jogadores "Se não se vê muito benefícios na parte física, na mental os ganhos são enormes. Um praticante de damas desenvolve a criatividade, a concentração, a memorização e a disciplina, entre outros".

Xadrez

A disputa da partida de xadrez acontece em um tabuleiro de casas claras e escuras, inicialmente, cada enxadrista controla dezesseis peças com diferentes formatos e características, sendo que o principal objetivo da partida é dar xeque-mate, também conhecido por mate, no rei adversário.

Principal objetivo é manter a mente ativa e evitar a solidãoEm busca do melhor caminho para o xeque-mate.

O praticante de Xadrez consegue desenvolver a capacidade de antecipar situações possíveis de problemas, consegue assimilar tudo de forma mais rápida. Com o jogo de xadrez, os praticantes precisam elaborar mentalmente quais caminhos serão percorridos e quais são as possibilidades para chegar até o fim, com isso passam a contar com uma mente vigorosa, ativa e cheia de músculos mentais bem desenvolvidos.

Jogar baralho e xadrez em praças ajuda os idosos a estimularem o cérebro 

Em várias praças de cidades do mundo todo existem diversos idosos que se reúnem ao ar livre para jogar xadrez ou baralho. De acordo com o neurologista José Luiz de Sá Cavalcanti, professor do Setor de Neurologia Cognitiva e do Comportamento, do Instituto de Neurologia Deolindo Couto da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), está prática adotada pelos idosos é muito positiva "Por terem regras, os jogos impõem limites que devem ser obedecidos. Além disso, servem como exercícios de atenção, linguagem, processamento visual, memória, raciocínio, resolução de problemas e planejamento”.

O videogame pode ajudar a combater o declínio mental que ocorre com o avanço da idadePrincipal objetivo é manter a mente ativa e evitar a solidão

O neurologista complementou ainda que durante as partidas há uma estimulação de diversas áreas do cérebro, como a responsável pela visão e as temporais e frontais da memória, onde reagem o planejamento, os limites de atuação e o convívio entre pessoas. Cavalcanti diz que o habito de jogar para os idosos é uma atividade muito benéfica, e atualmente, muito utilizada em processos de reabilitação cognitiva pelos psicólogos e terapeutas ocupacionais em tratamentos com idosos "São utilizadas técnicas baseadas em jogos tradicionais ou virtuais, com o uso da informática. Elas funcionam como 'potencializadores terapêuticos' para o desenvolvimento de habilidades perdidas, ou aprendizado de outras".

Videogames

Uma pesquisa realizada pela Mind Research Network, demonstrou que sim, os jogos são benéficos para a mente, foi feita uma pesquisa com adolescentes do sexo feminino durante três meses jogando videogame. Os especialistas concluíram que “o videogame pode ajudar a combater o declínio mental que ocorre com o avanço da idade", pois não seria somente a atividade cerebral que aumenta, mas a estrutura cerebral também pode ser modificada, afirmaram.

Benefícios dos jogos para a saúdeO videogame pode ajudar a combater o declínio mental que ocorre com o avanço da idade

Segundo a psicóloga Ana Luiza Mano, do Núcleo de Pesquisa da Psicologia em Informática (NPPI) da PUC de São Paulo "Crianças que ficam muito tempo jogando e prejudicam outras atividades, como a alimentação e a escola, precisam de limites orientados pelos pais". Anteriormente, o videogame era considerado um vilão pelos pais, mas com o tempo foram evoluindo e passaram a provar que também podem ser benéficos tanto para crianças, como adolescentes e adultos.

Quais são os benefícios do videogame?

1 - Raciocínio lógico:  Através dos jogos de estratégia é preciso encontrar um caminho certeiro para ultrapassar determinado obstáculo, e isso faz com que seja estimulado o raciocínio.

2 – Tolerância a frustrações: Cada vez que o jogador é submetido a uma partida, ele almeja vencer, mas isso nem sempre ocorre, momento em que se faz necessária paciência.

3 – Mais agilidade: Muitos jogos exigem rapidez, seja para ultrapassar um obstáculo ou então para encontrar uma alternativa ou uma saída, isso faz com que a mente fique mais rápida.

4 – Atividade Física: Muitos consoles atualmente contam com sensores de movimento para jogos que exigem e estimulam a prática de atividade física, como o Nintendo Wii, por exemplo.

5 – Convívio Familiar: Os jogos podem reunir a família toda através de games com disputas individuais ou em grupo.

6 – Convívio Social: Através dos games na internet são inúmeras pessoas que acabam conversando pela primeira vez através de disputas em grupo, isso melhora a interação com outras pessoas.

7 – Coordenação: Alguns estudos já comprovaram que quem costuma jogar games acaba tendo uma melhor coordenação motora, pois durante partidas de alguns jogos é preciso que o jogador aperte botões da direita, da esquerda, para cima, para baixo, acompanhar a tela e estar atento ao sons ao mesmo tempo.

8 – Atenção: Todos os tipos de jogos exigem um nível de atenção, um Centro Médico de Nova York descobriu que os médicos podem se beneficiar com partidas de games que exigem grande concentração, pois a capacidade de realizar algumas cirurgias foi maior com os médicos que costumavam jogar.

Sendo assim, concluímos que os jogos são benéficos e já vem sendo utilizados no tratamento de algumas doenças e na recuperação de pacientes como mobilidades reduzidas, assim como servem para nos distrair, o hábito de jogar é positivo pois nos proporciona maior criatividade, concentração, memorização, disciplina, raciocínio mais rápido, maior capacidade de solucionar problemas, enfim, faz bem para o corpo e para a mente.

Mais sobre: jogos videogames consoles
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo