Jovens estão trabalhando menos para passar mais tempo no videogame

Tempo livre dos jovens é dedicado aos videogames.

Por | @RafaelaPozzebon Games

Não é de hoje que os games fazem muito sucesso. Agora, porém, com a evolução dos consoles, bem como com a grande variedade de jogos, esse mundo parece ter ficado ainda mais atrativo, principalmente entre o público mais jovem. Levando em consideração o fato, uma pesquisa realizada nos Estados Unidos mostrou que os videogames podem alterar a rotina do público.

Conforme um estudo feito pelos economistas Erik Hurst, Mark Aguiar, Mark Bils e Kerwin Charles, os jovens do sexo masculino estão passando menos tempo trabalhando para se dedicarem aos jogos eletrônicos.

Conforme os economistas, o homem americano trabalha menos em 2015 do quem 2000, com registro de 163 horas a menos de trabalho, entre a faixa estaria dos 31 aos 55 anos. Entre os homens de 21 a 30 anos a redução chega a 203 horas anuais.

O videogame pode ter grande influência nos grupos que possuem mais tempo livre. Entre 2012 e 2015, os jovens aumentaram em 2,3 horas o tempo médio semanal de folga, comparando com o período de 2004 e 2007. Assim, 60% do tempo extra é dedicado aos games, seja de forma online ou offline, em grupo ou mesmo sozinho.

O que mais chama a atenção é que o aumento no tempo gasto com videogames aparece entre a faixa de homens entre 21 a 30 anos.

Mais sobre: games, console, trabalho
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.