Como segurar uma câmera para fotos com velocidade do obturador lenta?

Seja você iniciante ou mais experiente em fotografia, aqui estão algumas das nossas dicas favoritas que ajudarão você a melhorar sua fotografia!

Por Fotografia Pular para comentários
Como segurar uma câmera para fotos com velocidade do obturador lenta?

Será que o modo como você segura a câmera fotográfica faz diferença no resultado final da sua fotografia? Embora pareça bobagem se preocupar com isso, saiba que sim, faz toda a diferença segurar a câmera adequadamente. Para evitar borrões e obter imagens mais nítidas, a maneira como você mantém a câmera em pé pode fazer uma grande diferença. Se você estiver desequilibrado, sua captura poderá não ser estável.

E se você for usar uma velocidade lenta do obturador, é praticamente impossível fotografar segurando a câmera sem um apoio. Ter uma postura estável e de suporte ajuda seu corpo a agir como um tripé, mantendo a câmera estável. Aqui trazemos algumas ideias que pode ajudar na sua fotografia.

Torna-se muito mais fácil manter o assunto estável no quadro e evitar o desfoque causado pela trepidação da câmera. As dicas aqui apresentadas servem tanto para fotografia em pé como quando você se agacha ou se senta para fotografar sob outro ângulo.

Trepidação da câmera

A trepidação da câmera ocorre quando a câmera é movida acidentalmente, especialmente quando a velocidade do obturador da câmera é muito baixa para capturar uma imagem estática perfeitamente.

A imagem resultante parece embaçada, onde vários contornos podem ser visíveis ao redor dos assuntos. A trepidação da câmera devido à baixa velocidade do obturador geralmente ocorre em condições onde não há luz suficiente para a câmera produzir uma imagem suficientemente clara, ou quando as configurações de exposição estão incorretas.

Por exemplo, muitas vezes é necessário abrir a abertura da lente o máximo possível e aumentar o ISO da câmera ao fotografar em ambientes internos, porque a quantidade de luz ambiente é muito baixa. E quando não há luz suficiente, a velocidade do obturador da câmera deve ser reduzida para produzir uma imagem adequadamente exposta.

Se a velocidade do obturador for muito baixa para uma determinada distância focal da lente, até pequenos movimentos na câmera podem resultar em trepidação da câmera. E é aí que a posição em que você vai fotografar terá grande importância.

De pé

Segurando a câmera de forma correta, é possível reduzir a velocidade do obturador e obter fotografias diferenciadas, especialmente em situações de pouca luz. Dois fatores relevantes para a estabilidade da câmera são a aderência que você usa e o ponto do seu centro de gravidade.


Se você ficar com seu braço estendido, mal suportará o peso da câmera, porque você estará movendo seu centro de gravidade para longe do seu corpo. O pior é que muitos fotógrafos fazem sem perceber, especialmente ao fotografar retratos.

Mantenha os cotovelos juntos para manter a estabilidade e manter seu centro de gravidade confortável e baixo. O mesmo acontece quando você está fotografando um retrato. Não deixe que seu braço esquerdo se separe do seu braço direito.

  • Mantenha os cotovelos juntos contra o peito
  • Mantenha sua mão esquerda sob a lente
  • Incline-se ligeiramente para a câmera
  • Segure a câmera firmemente contra a testa
  • Mantenha as pernas abertas

Quanto menor o seu centro de gravidade for, menor a probabilidade de você se mover na hora da foto. Quanto mais a câmera estiver do centro do corpo, mais fácil será. Muitos fotógrafos acabam se inclinando na hora do click, mas o certo é dar um passo para frente ou para trás para manter seu centro de gravidade. Mantenha-se reto e alinhado para obter os melhores resultados.

E se você tem dificuldades para ficar imóvel, existe uma técnica que podem ajudar: Use o braço esquerdo como apoio, colocando a mão esquerda no ombro direito. Em seguida, descanse sua câmera na metade superior do braço. Você pode usar sua câmera normalmente, apenas virando para o lado do assunto, em vez de ficar em frente.

Sentado

Sentar reduz o centro de gravidade e aumenta o equilíbrio, mas mesmo assim é preciso tomar cuidado para ficar na posição correta na hora de fotografar sentado. Ao esticar as pernas, você está parcialmente apoiando seu corpo. E, ao não se inclinar, seu equilíbrio vai balançar para frente e para trás.

Ao levantar as pernas, você tem um lugar para colocar os cotovelos. E, ao se inclinar, você cria um núcleo sólido no qual pode descansar sua câmera. Ter as pernas abertas o impedirá de balançar de um lado para o outro. E isso permitirá que você tire fotos mais nítidas em velocidades mais lentas.

Se você tiver espaço para se apoiar no chão e ficar de frente para a cena, esta é a uma ótima posição. Nesta posição não importa muito como as suas pernas vão estar, porque todo o seu peso é empurrado para a frente do corpo. Nesta posição, os seus braços é que tem mais importância.

Na primeira foto, a mão esquerda na parte externa da câmera empurra a câmera para baixo. Na foto à direita, ela suporta a câmera contra qualquer ação descendente. E fornecendo uma plataforma firme.

Os braços ainda precisam ficar juntos, mas não tanto quanto antes. Eles agora estão agindo como pernas, e precisam de um espaço um pouco maior.

Dica de bônus: expire logo antes de apertar o botão do obturador

Esse truque é conhecido daqueles que serviram nas forças armadas ou que têm experiência em disparar rifles de longo alcance. Se você expirar lentamente antes de apertar o botão do obturador, terá uma chance maior de evitar a trepidação da câmera, porque seu corpo não está se movendo tanto quanto quando respira profundamente.

Se você tiver outras dicas para fotografar com velocidades lentas do obturador, poste nos comentários abaixo!

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Fotografia