Oficina da Net Logo

Facebook disponibiliza anúncios em vídeos

A publicidade pode ser vista em vídeos tanto no celular quanto no PC. O Facebook Watch está presente no Brasil desde agosto de 2018. A ideia é competir com o YouTube, do Google.

Por | @oficinadanet Facebook Pular para comentários

Na quarta-feira (13), após quase dois anos de testes nos Estados Unidos, o Facebook começou a liberar os anúncios em vídeos publicados em páginas do Brasil. Os chamados Ad Breaks irão aparecer durante os vídeos que serão assistidos no Facebook.

Através da exposição dos vídeos, tanto o Facebook quanto os produtores irão lucrar. A rede social ficará com 45% da receita e o produtor levará 55%.

A publicidade pode ser vista em vídeos tanto no celular quanto no PC. O Facebook Watch está presente no Brasil desde agosto de 2018. A ideia é competir com o YouTube, do Google.

"Nós lançamos o Watch, uma plataforma de vídeo no Facebook, em agosto no Brasil, nosso objetivo era fazer do Watch um lugar onde todos os criadores e publishers pudessem encontrar uma audiência e ganhar dinheiro pelo seu trabalho. Nos últimos meses, estivemos focados em disponibilizar os Ad Breaks ao redor do mundo e estamos agora entusiasmados em anunciar que, a partir de hoje, os Ad Breaks estão disponíveis no país", disse Kate Orseth, diretora de Monetização de Media do Facebook. Leia em destaque: Como baixar vídeos do Facebook sem programas [ATUALIZADO 2018].

Facebook disponibiliza anúncios em vídeos no Brasil. Facebook disponibiliza anúncios em vídeos no Brasil.

O Facebook, com a novidade, espera poder monetizar os produtores de conteúdo, mas não espera que neste primeiro momento aumente o número de publicações no Brasil.

“Se isso acontecer, será uma consequência da nossa iniciativa de oferecer uma forma de recompensar os criadores de conteúdo que atendem às nossas normas de uso”, afirmou Kate Orseth, diretora de monetização de mídia do Facebook.

O Facebook irá usar peças curtas de publicidade para evitar que os usuários percam a vontade de continuar vendo o vídeo. Eles deverão ter entre 6 e 16 segundos de duração e podem surgir antes ou durante a exibição do vídeo.

Os vídeos serão inseridos automaticamente pelo Facebook, o algoritmo será o responsável por selecionar o melhor momento de exibição.

Fonte: Exame

Comentários
Carregar comentários