Oficina da Net Logo

Usuários reclamam que Samsung não deixa que app do Facebook seja excluído

A única opção possível no caso era somente desabilitar o aplicativo. Porém, a grande questão sobre tudo isso está no porque de não ser possível remover o aplicativo do Facebook.

Por | @oficinadanet Facebook Pular para comentários

O Facebook, no ano passado, esteve envolvido em diversas polêmicas envolvendo questões de privacidade, o que acabou gerando bastante desconforto para todas as partes envolvidas. Mas, ao que indica, os problemas irão continuar neste ano. De acordo com a Bloomberg, os usuários do Galaxy S8 e também de alguns outros modelos da sul-coreana, já chegam com o aplicativo do Facebook instalado, e a grande questão é que eles não estão conseguindo remover o app do aparelho.

A única opção possível no caso era somente desabilitar o aplicativo. Porém, a grande questão sobre tudo isso está no porque de não ser possível remover o aplicativo do Facebook. Será que ele poderia estar envolvido em algum tipo de coleta de informações?

Usuários reclamam que Samsung não deixa que app do Facebook seja excluído.Usuários reclamam que Samsung não deixa que app do Facebook seja excluído.

De acordo com um porta-voz do Facebook, a versão inativa se comporta como tivesse sido excluída, por essa razão não fica coletando qualquer tipo de dado. Para completar, o porta-voz disse que a remoção ou não do aplicativo está envolvida em uma série de contratos com as fabricantes de smartphones, sistemas operacionais e ainda operadoras de telefonia móvel. Leia em destaque: Como baixar vídeos do Facebook sem programas [ATUALIZADO 2018].

A Samsung disse que fornece o aplicativo do Facebook pré-instalado em alguns modelos, mas com opção de desativá-lo, e uma vez desligado, a empresa garante que ele não continua funcionando em segundo plano.

De qualquer forma, grupos de defesa do consumidor estão atentos a estes acordos há anos, e iniciativas como a Regulamentação Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR, sigla em inglês) chegam para monitorar este tipo de ação.                      

Fonte: Bloomberg

Próxima notícia »
Comentários
Carregar comentários