Zuckerberg aceita testemunhar sobre escândalo do Facebook, diz CNN

Facebook está envolvido em um grande escândalo de coleta de dados dos seus usuários.

Por | @oficinadanet Facebook

O Facebook, como sabemos, está envolvido em um escândalo envolvendo a coleta de dados dos seus usuários sem permissão. Após falar sobre o caso, Mark Zuckerberg teria decidido testemunhar no Congresso dos Estados Unidos sobre o episódio.

A emissora de televisão norte-americana CNN obteve informações com fontes da rede social de que Zuckerberg já estaria planejando sua estratégia de depoimento. A aceitação do executivo para se pronunciar de modo público vai de acordo com a ideia de que mais CEOs possam fazer o mesmo.

Zuckerberg aceita testemunhar sobre escândalo do Facebook, diz CNN.Zuckerberg aceita testemunhar sobre escândalo do Facebook, diz CNN.

Leia também:

Outros grandes executivos, além de Zuckerberg, receberam convite por parte do comitê do Senado americano com a finalidade de debater sobre o assunto, incluindo o CEO do Google, Sundar Pichai, e também do Twitter, Jack Dorsey.

O Facebook está sendo acusado de vazamento de dados para empresas (como Cambridge Analytica e SCL Group) que participaram ativamente nas campanhas de Donald Trump para presidência dos Estados Unidos. Vale mencionar que as contas de tais companhias acabaram sendo suspensas pelo Facebook sob justificativa de ter usado indevidamente os dados de cerca de 270 mil usuários.

Após o escândalo, uma campanha nas redes sociais começou a circular com a hashtag #DeleteFacebook, que recebeu apoio até do cofundador do WhatsApp, Brian Acton.

DEIXE SEU COMENTÁRIOComente aqui
RecomendadoEnquete
Você assina Netflix?
Sim, sou titular(49,55%)
Sim, sou reserva =) (13,84%)
Não, mas pretendo(21,43%)
Não, nem quero(15,18%)
Assine a nossa newsletter

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar