Oficina da Net Logo

Buscas de como deletar o Facebook batem marca história

O impacto, ao que tudo demonstra, é mais perceptível nos países de língua inglesa, já que os dados de milhões de usuários acabaram sendo usados de forma ilegal em 2016.

Por | @oficinadanet Facebook

O Facebook, como bem sabemos, está envolvido em um episódio de violação de dados dos seus usuários. Por conta disso, a rede social está passando por um dos seus piores momentos.

A partir do caso, que envolve o Google Analytica, uma campanha nas redes sociais, sob a hashtag #deleteofacebook vem ganhando bastante força e, ao que tudo indica, muitas pessoas já aderiram e acabaram com suas contas.

Facebook enfrenta má fase, podendo perder milhares de usuários. Facebook enfrenta má fase, podendo perder milhares de usuários.

Leia também:

Para completar a má fase, as ações da empresa registraram queda nos últimos dias. Para completar, teve um aumento considerável no número de buscas sobre “como deletar o Facebook”.

O aumento pelo interesse dos usuários em saber como apagar o perfil na rede social chegou a bater recordes, ultrapassando as buscas pelo mesmo termo desde 2013.

Os resultados foram divulgados pelo Google Trends, que conta com um histórico de buscas feitas a partir da plataforma, com a finalidade de analisar e compreender as tendências, bem como a popularidade em relação aos termos pesquisados.

A tendência de crescimento do interesse do público em saber como desativar os seus perfis no Facebook fica evidente nas buscas realizadas nos Estados Unidos e Reino Unido. No restante no mundo a situação não é diferente.

O impacto, ao que tudo demonstra, é mais perceptível nos países de língua inglesa, já que os dados de milhões de usuários acabaram sendo usados de forma ilegal em 2016, tanto na campanha do então presidente Donald Trump, como também na campanha do Brexit, ou seja, a saída do Reino Unido da União Europeia.

DICA: Como melhorar a privacidade no Facebook.

Na última terça-feira, Mark Zuckerberg acabou se manifestando sobre o episódio. Além de pedir desculpas para os usuários da rede social, ele sinalizou mudanças para a regulamentação de normas para aplicativos de terceiros.

Agora, o que nos resta saber é se o Facebook conseguirá contornar a situação e reestabelecer a confiança com os seus utilizadores.

Comentários
Siga o nosso Instagram!

Estamos lá também: @oficinadanetoficial

Seguir o Instagram do Oficina da Net