Facebook pode ser banido da Rússia se descumprir a legislação do país

Rússia ameaça banir a rede social do país caso não siga a legislação local. Dados de usuários russos da rede social devem ser armazenados em servidores do país.

Por | @fsbeling Facebook

O Facebook poderá ser banido na Rússia caso a rede social não siga as normas da legislação local no que diz respeito ao armazenamento de dados pessoais. Alexander Zharov, chefe do Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Mídia (Roskomnadzor), disse que se o Facebook desejar continuar operando no país terá que cumprir com as leis governamentais, pois “a lei é obrigatória para todos”.

Os dados de usuários e clientes da rede social devem ser armazenados em servidores do paísOs dados de usuários e clientes da rede social devem ser armazenados em servidores do país

As companhias que operam na Rússia devem seguir a legislação russa que determina o armazenamento de dados pessoais dos usuários ou de clientes em servidores locais do país. No entanto, a medida não é muito satisfatória para algumas empresas estrangeiras e até mesmo para algumas companhias locais, pois a intenção de muitas é realizar o armazenamento na nuvem, reduzindo assim os custos e garantindo maior segurança dos dados.

Desde setembro de 2015 que a lei passou a valer no país, momento em que várias empresas anunciaram a transferência dos dados dos usuários russos, passando então a coletá-los em servidores do país, entre as empresas estão a AliExpress, Apple, Alibaba, ebay, Google, Uber, Twitter e Booking.com.

Um ano após a lei entrar em vigor, o LinkedIn foi suspenso por não cumprir a determinação judicial por duas vezes. O Roskomnadzor conta com um histórico de bloqueio de serviços que não estavam em conformidade com a lei do país. Sobre a possibilidade do Facebook ser banido, o conselheiro presidencial sobre assuntos que envolvem tecnologia ressaltou que o Roskomnadzor ainda não conta com planos concretos para banir a rede social da Rússia.

Mais sobre: Facebook redesocial
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo