Entenda o que é um buraco negro, um dos fenômenos mais intrigantes do universo

Buracos negros são retratados em filmes, séries e outras produções de mídia, mas a verdade é que se sabe ainda pouco sobre esses pontos escuros da galáxia.

Imagem ilustrativa de um buraco negro - fonte: Shutterstock
Imagem ilustrativa de um buraco negro - fonte: Shutterstock

Um dos maiores mistérios do espaço ao longo de toda a jornada científica do século. Buracos Negros são repletos de incertezas, teorias e alguns fatos que já descobrimos. Veja o que são esses fenômenos colossais que acontecem no universo.

Os buracos negros são pontos no espaço tão densos que criam profundas reduções de gravidade. Além de uma determinada região, nem mesmo a luz pode escapar do poderoso puxão da gravidade de um buraco negro. E qualquer coisa que se aventurar muito perto - seja uma estrela, um planeta ou uma espaçonave - será esticada e comprimida como massa em um processo teórico apropriadamente conhecido como espaguetificação.

Existem quatro tipos de buracos negros: estelares, intermediários, supermassivos e em miniatura. A forma mais conhecida de formação de um buraco negro é pela morte estelar. À medida que as estrelas chegam ao fim de suas vidas, a maioria infla, perde massa e depois resfria para formar anãs brancas. Mas o maior desses corpos ígneos, aqueles pelo menos 10 a 20 vezes mais massivos que nosso próprio Sol, estão destinados a se tornar estrelas de nêutrons superdensas ou os chamados buracos negros de massa estelar.

Em seus estágios finais, estrelas enormes explodem em explosões massivas conhecidas como supernovas. Tal explosão lança matéria estelar para o espaço, mas deixa para trás o núcleo estelar. Enquanto a estrela estava viva, a fusão nuclear criou um impulso constante para fora que equilibrou a atração da gravidade para dentro da própria massa da estrela. Nos remanescentes estelares de uma supernova, entretanto, não há mais forças para se opor a essa gravidade, então o núcleo da estrela começa a colapsar sobre si mesmo.

Se sua massa entrar em colapso em um ponto infinitamente pequeno, um buraco negro nasce. Empacotar todo esse volume - muitas vezes a massa de nosso próprio sol - em um ponto tão minúsculo dá aos buracos negros sua poderosa atração gravitacional. Milhares desses buracos negros de massa estelar podem estar escondidos em nossa própria galáxia, a Via Láctea.

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Conteúdo relacionado

Buraco negro gigante é encontrado e desafia conhecimento atual sobre o fenômeno
Ciência

Buraco negro gigante é encontrado e desafia conhecimento atual sobre o fenômeno

O objeto encontrado é grande demais para ser resultado da implosão de uma única estrela, podendo ser então mais de um buraco negro muito próximos ou a fusão de duas massas distintas.

Astrônomos revelam primeira imagem de buraco negro já feita
Ciência

Astrônomos revelam primeira imagem de buraco negro já feita

O buraco negro que aparece na imagem divulgada nesta quarta-feira está localizado no centro da galáxia M87, cerca de 50 milhões de anos-luz da Terra.

Astrônomos descobrem buraco negro invisível
Ciência

Astrônomos descobrem buraco negro invisível

Mesmo que os pesquisadores tenham encontrado um buraco negro furtivo na galáxia da Via Láctea, poderia haver outros tantos milhões deles simplesmente escondidos.