Última superlua de 2020 acontece hoje

Hoje a Lua estará cheia e mais perto da Terra, caracterizando uma superlua que poderá ser observada de qualquer lugar do Brasil que tenha um céu limpo.

Nasir Akil/Anadolu Agency via Getty Images
Nasir Akil/Anadolu Agency via Getty Images

Hoje, 7 de maio, teremos a última superlua de 2020. Há mais ou menos um mês, no início de abril, esse mesmo fenômeno aconteceu, mas essa periodicidade é rara e não devemos mais ver uma superlua pelo restante do ano. Uma superlua é um fenômeno em que a Lua aparenta estar maior e mais brilhante do que qualquer lua cheia comum, já que o satélite natural da Terra literalmente chega mais perto do nosso planeta.

Nessa época do ano em que nos aproximamos do inverno do hemisfério sul é comum que os céus estejam mais limpos, secos, com menos chuvas e nuvens. Isso favorece a observação dos astros e de fenômenos como a superlua de hoje. Em cidades ainda é difícil realizar tais observações devido à luminosidade muito alta e à poluição, contudo, a superlua de hoje é perfeita para se observar de localidades mais rurais e em regiões do Brasil menos populosas e que terão a sorte de ter um tempo limpo. Os paulistanos, por exemplo, terão de torcer para que o tempo chuvoso de hoje abra uma fresta sequer para que seja possível ver a Lua.

A superlua, por sorte, também será visível pelos próximos dias, mesmo que fora de seu ápice, então quem sabe todos poderão ter a sorte de ver ao menos um céu limpo ao longo do final de semana. Essa superlua em questão é chamada de Superlua das Flores (Flowermoon internacionalmente), uma vez que tradicionalmente as luas cheias no mês de março são chamadas de "Lua cheia das Flores" por marcar a transição da primavera para o verão no hemisfério norte, no nosso caso, do outono para o inverno.

Uma superlua acontece quando uma Lua cheia acontece ao mesmo tempo da Lua estar a uma distância da Terra inferior a 110% do perigeu da sua órbita, ou seja, mais perto de nós. Não é um fenômeno super raro e acontece geralmente várias vezes ao longo do ano. Em 2020 especificamente não veremos mais essa coincidência acontecer no restante do ano.

Além da superlua, também está nos céus o final da chuva de meteoros Eta Aquáridas, que começou já há um tempo. O melhor momento para observar a superlua de hoje é no início da noite e final de tarde, quando a Lua deverá estar próxima ao horizonte. Isso porque quando tanto o Sol quanto a Lua estão no horizonte, uma ilusão de ótica causada pela atmosfera terrestre amplia esses astros na nossa visão. Por isso também nessas últimas semanas cidades como São Paulo tiveram um pôr do Sol particularmente memorável.

Esse mês de maio ainda deverá contar com uma grande quantidade de fenômenos astronômicos:

  • No dia 11 de maio haverá ainda a conjunção da Lua, Júpiter e Saturno, ou seja, esses três astros estarão um próximo do outro nos céus às 23h.
  • No dia 15 de maio, haverá a conjunção da Lua e Marte às 01h da madrugada.
  • No dia 22 de maio, haverá a conjunção de Mercúrio e Vênus no horizonte oeste às 18h.

Acer Nitro 5: Não compre sem ver esse vídeo!

Comentários
Minha foto
Insira um comentário