SpaceX realiza com sucesso novo lançamento de satélites Starlink

A SpaceX realizou um novo lançamento de mais de 60 satélites Starlink na tarde de ontem após incidente no lançamento anterior realizado em março.

Lançamento do Falcom Heavy da SpaceX - Divulgação SpaceX
Lançamento do Falcom Heavy da SpaceX - Divulgação SpaceX

Na quarta-feira, 22 de abril, a SpaceX lançou novamente satélites Starlink às 16h37 no horário de Brasília. A partir do Complexo de Lançamento 39ª do Centro Espacial Kennedy da NASA na Flórida, EUA, o foguete Falcon 9 decolou para enviar mais de 60 satélites que agora incrementam uma frota de 422 satélites em órbita terrestre baixa.

O lançamento do Falcon 9 estava previsto para 30 de março, mas havia sido suspenso pela Força Espacial dos Estados Unidos. Também havia a possibilidade de mais atrasos pela pandemia de coronavírus em todo o mundo, mas a SpaceX manteve o calendário.

Outro lançamento já havia sido realizado em março desse ano, que também enviou outros 60 foguetes, decolagem essa marcada por um incidente de incêndio em um dos motores. Contudo, a missão foi concluída com sucesso e após mais de um mês de investigações, o próprio Elon Musck revelou ontem no Twitter que a causa do fogo teria sido uma pequena quantidade de desinfetante que entrou no sistema.

Diferente de lançamentos anteriores, a SpaceX foi bem-sucedida em recuperar o primeiro estágio do foguete Falcon 9 através de um navio drone que aguardava sua queda no Oceano Atlântico. Em lançamentos passados, os mesmos estágios de foguetes não foram recuperados com sucesso. Se trata do boost utilizado nos lançamentos Starlink que rendeu até mesmo uma live e aplausos durante a recuperação, se tornando somente a quarta bem-sucedida no programa Starlink.

Os satélites foram implementados com sucesso em órbita apenas 9 minutos após o lançamento que se tornou o sétimo com sucesso em todo o programa Starlink. Mais satélites devem ser lançados ao longo de todo 2020 com o intuito de implementar conectividade de alta velocidade e baixa latência em algumas partes dos Estados Unidos e do Canadá ainda este ano.

Para que se inicie uma oferta de rede, seriam necessários de 400 a 800 satélites Starlink em órbita e operantes, com 422 atualmente já se torna possível uma oferta inaugural, mas a SpaceX deverá subir mais esses números para que eles comecem a efetivamente operar. No final, a empresa espacial prevê uma frota de 30 mil satélites, podendo chegar até mesmo a 42 mil, mediante a aprovações futuras.

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário