Oficina da Net Logo

Estudo revela que cérebro feminino parece anos mais jovem que o de homem

O cérebro usa açúcar como combustível, porém, o modo em que metaboliza a glicose pode revelar sobre a idade metabólica do cérebro. Estudo revelou que cérebro feminino é mais jovem que de homem.

Por | @oficinadanet Ciência Pular para comentários

Estudos já revelaram que a expectativa de vida das mulheres é mais alta que a do homem, além disso, o sexo feminino costuma permanecer mentalmente plena por mais tempo. A novidade da vez é que um estudo pode explicar o motivo para tudo isso. Segundo os pesquisadores, os cérebros das mulheres parecem em média três anos mais jovens que os de homens. A pesquisa foi publicada na revista americana Proceedings of the National Academy of Sciences.

O estudo contou com a participação de 121 mulheres e 84 homens que realizaram tomografias para poder medir o metabolismo cerebral e ainda o fluxo de oxigênio e glicose em seus cérebros.

Igualmente a outros órgãos do corpo, o cérebro usa açúcar como combustível, porém, o modo em que metaboliza a glicose pode revelar sobre a idade metabólica do cérebro.

Estudo revela que cérebro feminino parece anos mais jovem que o de homem.Estudo revela que cérebro feminino parece anos mais jovem que o de homem. Leia em destaque: Por que a Terra Plana é uma besteira e como provar isso.

Um algoritmo mostrou que os cérebros das mulheres eram em média 3,8 anos mais jovens que suas idades cronológicas. Em contrapartida, os cérebros masculinos eram cerca e 2,4 mais velhos que suas idades reais.

“Não é que os cérebros dos homens envelheçam mais rápido”, disse o autor sênior Manu Goyal, professor assistente de radiologia na Escola de Medicina da Universidade de Washington, St. Louis.

“Eles começam a idade adulta cerca de três anos mais velhos que os das mulheres, e isso persiste durante toda a vida”, mencionou.

Uma das hipóteses para isso envolve os hormônios, que podem começar a moldar o metabolismo cerebral a uma idade jovem, estabelecendo um padrão cerebral mais jovem nas mulheres no decorrer das suas vidas em comparação aos homens.

Agora, os cientistas pretendem descobrir as diferenças metabólicas que estão envolvidas no processo, e se pode desempenhar um papel protetor nas mulheres.

Fonte: IstoÉ

Comentários
Carregar comentários