O conceito de fornecimento de software como serviço exige dedicação

Prepare-se para supervisionar a migração de dados de uma plataforma herdada para o serviço

Por | @nmuller99 Carreira em TI
O fornecimento de software como serviço (SaaS, na sigla em inglês) é um conceito atrativo para os profissionais de TI que se defrontam com intermináveis atualizações, correções e disputas de licenças de software. O Gartner estima que o mercado para aplicativos corporativos sendo fornecidos como um serviço conseguirá um crescimento anual composto equivalente a 22%, até 2011. Isso é mais do que o dobro do percentual previsto para todos os softwares corporativos.

Uma importante razão pela qual as empresas recorrem ao SaaS é a redução de custos. De acordo com um estudo sobre custo total de propriedade, conduzido pela Network Computing, em março deste ano, o CRM fornecido como um serviço para 105 usuários economizou US$ 135 mil em três anos, em comparação com o CRM instalado. A economia resulta, principalmente, da eliminação da necessidade de hardware e software. Os profissionais de TI não devem descartar o SaaS sem refletir sobre seus motivos para isso. O pessoal da área de negócios é conhecido por exigir explicações, por isso se o SaaS não for apropriado para um determinado aplicativo, esteja preparado para esclarecer por que.

Por outro lado, se você optar por um aplicativo hospedado, não estará livre de responsabilidades, se um provedor estiver envolvido. Prepare-se para supervisionar a migração de dados de uma plataforma herdada para o serviço e para ajudar a integrar o serviço com os aplicativos corporativos, e, se necessário, fazer a personalização de acordo com as necessidades de sua companhia. Além disso, será necessário garantir que sua rede pode lidar com as crescentes cargas de tráfego.

Outro fator importante é a velocidade de implementação. Não há necessidade de fornecer hardware, e as avaliações de produtos e o cuidado exigido são dinâmicos porque os clientes em potencial podem facilmente testar o serviço.

Tenha absoluta certeza de que sua rede e a rede do seu provedor de serviços são compatíveis, e insista em estabelecer um contrato de nível de serviço. Um desempenho de rede que for ruim pode tornar os aplicativos muito lentos, frustrar os usuários e prejudicar a produtividade. Na pior das hipóteses, uma interrupção total do serviço pode fazer a empresa parar. Negocie contratos de nível de serviço que esclareçam como a prestação do serviço será avaliada e determine penalizações ou multas, caso ocorra alguma falha no serviço.

O SaaS é um meio de acessar recursos que, de outro modo, seriam demasiadamente complexos ou caros para serem realizados internamente. Por exemplo, as avaliações de segurança de aplicativos na Web requerem habilidades especializadas, e o custo de ter um funcionário em tempo integral ou consultores externos para realizar essa tarefa pode ser enorme. Uma avaliação com base em serviços é uma alternativa de menor custo.

Procure Garantir a Segurança


Falando de segurança, você não se sentiria tão inteligente se dados importantes armazenados em instalações externas à sua companhia fossem perdidos. A TI deve examinar as centrais de dados dos provedores, incluindo os controles de acesso físico e lógico, os sistemas de segurança de rede, o backup e arquivamento de dados, assim como os planos para a continuidade de negócios e a recuperação a partir de desastres. Talvez, você queira investir em software e hardware, a fim de extrair dados a partir do provedor para assegurar que sempre terá uma cópia das informações que são fundamentais.

No que se refere à segurança de aplicativos, muitos provedores de SaaS utilizam o Ajax e outros recursos de RIAs (rich Internet applications ou aplicativos de Internet repletos de recursos), que podem introduzir novas vulnerabilidades. Pergunte sobre as práticas de desenvolvimento de software e esteja certo de como o provedor reagirá no caso da ocorrência de bugs e falhas de segurança.

Fonte: target="_blank">ITWEB

Mais sobre:
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo