Como cumprir prazos?

Noto que é cada vez mais difícil encontrar profissionais que cumpram os prazos determinados. Como mudar isso? Nesse artigo mostro alguns caminhos para evitar esse tipo de situação

Por | @oficinadanet Carreira em TI
"Bruno, estou procurando você porque cansei de ter problemas com outros webdesigners e programadores. Prometiam uma data e não cumpriam. Falavam que iam entregar o site em uma semana e passavam dois meses. E ainda me entregavam o site incompleto. Estou completamente desiludido."

E-mails como esse eu recebo aos montes. Infelizmente, acabo me beneficiando pela incompetência de alguns webdesigners e programadores que não sabem cumprir prazos acordados com o cliente.

Digo "infelizmente" pois isso trata-se de uma triste realidade. Como o mundo seria melhor se todos cumprissem o que prometem.

Problemas de prazos são bem comuns em oficinas mecânicas. O mecânico promete entregar o carro amanhã e só entrega três dias depois. E, aos poucos, o webdesigner vai "conquistando" essa mesma imagem negativa.

O que é isso pessoal?! Vamos acordar para essa assunto!

Estou escrevendo esse artigo com o objetivo de ajudar todos vocês nessa questão: como lidar com os prazos. Uma pequena tentativa de tentar mudar esse quadro. Se a cada cem pessoas que fizerem a leitura desse artigo, uma acordar para a realidade, já ficarei muito feliz.

Não pensem que eu nunca atrasei um projeto. Sempre digo ao cliente a data que vou entregar determinado serviço e no final cito a seguinte observação: "Essa data será cumprida a não ser que:

01. Eu morra.

02. O computador exploda.

03. O HD queime.

04. Eu esteja internado no hospital

05. Meus pais vierem a se hospitalizar

Se não acontecer nenhuma dessas cinco opções, o serviço será entregue na data prometida.

O que me impressiona é como o profissional freelancer consegue atrasar uma data. A partir do momento que você não depende de ninguém, que o serviço só depende de sua mão de obra, como é que se consegue atrasar um serviço?

Quando digo ao cliente que vou entregar o projeto no dia X, eu consigo fazer essa previsão baseada na minha agenda, no meu tempo e na minha rotina diária. Por isso sou conhecido pela minha exatidão no cumprimento das datas acordadas. Atrasos de um dia são considerados normais. Mas uma semana não.

Agora quando se trabalha com outros profissionais, aí a coisa muda. Você passa a depender de outras pessoas. E confesso, já sofri muito com isso.

Foi preciso cerca de 5 anos para escolher os profissionais freelancer que hoje trabalham comigo. Nesses cinco anos, trabalhei com dezenas de programadores.

A grande maioria atrasavam (e muito) os projetos, não cumprindo as datas prometidas. Aí já viu né? Jogavam a batata quente pra mim. O cliente estava me contratando.

Logo, imaginem quem saía queimado dessa história. Eu ou o programador?

Pois é, depois de levar muita porrada nessa vida (e continuo apanhando bastante), vou dar algumas dicas para isso não acontecer mais.

01. Seja sincero. Tem gente que fala que vai entregar amanhã para agradar o cliente.

Mas se você sabe muito bem que imprevistos acontecem e que é muito capaz de você não conseguir entregar amanhã, dizer isso ao cliente pode deixá-lo feliz naquele momento, mas depois o tiro sai pela culatra. O efeito será reverso. Sua imagem queimará mais rápido que papel higiênico embebido em álcool num ambiente rico em oxigênio.

Se você só puder entregar daqui a uma semana, fale para o cliente. Se no meio do caminho você perceber que não tem condições de entregar na data acordada, ligue para o cliente e converse sobre o problema antes dessa data. Depois da data não vai adiantar dizer que não entregou "porque tive um problema de saúde" ou "porque tinha muito trabalho urgente pra fazer". Aliás, essa última desculpa é uma das mais terríveis.

Mostra total falta de compromisso e atenção ao cliente.

02. Diga não aos trabalhos urgentes. Essa história de trabalho urgente é outro motivo grave para o atraso de projetos. É necessário fazer boicote a esse tipo de serviço.

Sempre digo: "É urgente? Ligue 190." Urgências são atendidas pelo Corpo de Bombeiros, pelos paramédicos, pela Polícia... Você não é bombeiro muito menos policial, você é um webdesigner.

Se você for pegar um trabalho "urgente", você deverá pensar nos projetos que estão à frente da linha de produção. Mesmo que o trabalho "urgente" tenha um valor maior que os cinco outros que estão na frente da fila, você deverá pensar da seguinte forma: será válido me queimar com cinco clientes diferentes por causa de um só? Conquistar um cliente é tão difícil hoje em dia para perdê-lo assim tão fácil. Perder cinco clientes por causa de um, imagine...

E ao cliente do trabalho "urgente" diga assim: "Você gostaria que eu atrasasse o seu projeto colocando um outro projeto na sua frente pela urgência que o outro necessita?".

03. Se você pode entregar amanhã, diga que vai entregar daqui a três dias. Afinal, imprevistos acontecem. Dessa forma, você evita atrasar os projetos por causa de um pneu do carro que furou, um dia inteiro na fila do banco, por causa de reuniões "urgentes" ( olha a urgência aí de novo atrapalhando tudo), etc. Então, se você tem certeza que pode fazer aquele serviço em um dia, prometa ao cliente que entregará em três dias.

Você poderá até acabar antes e surpreender o cliente.

Só são três dicas simples. Se você tiver esses cuidados, com cronogramas ou agendas semanais, anotando e cumprindo todas as datas, tendo disciplina e seguindo a risca o que prometeu, esse tipo de situação deixará de ocorrer. Não vamos deixar essa imagem negativa da falta de compromisso fazer parte da imagem da nossa profissão.

E vamos todos. Para o alto e avante!
Fonte: Bruno Ávila

Mais sobre:
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo