A Presidente de diversidade e inclusão da Apple deixa a companhia

Primeira presidente do departamento de diversidade e inclusão da Apple, pede afastamento e sai da empresa.

Por | @fsbeling Apple

A Apple elegeu em maio deste ano a ex-executiva de recursos humanos da companhia para ser a primeira presidente de diversidade e inclusão da Apple, novo departamento criado na Maça. Sendo assim, desde lá, Denise Young Smith vinha tentando fazer com que a cultura da empresa de Cupertino fosse mais inclusiva. No entanto, agora, Smith está pedindo demissão do cargo e está saindo da empresa.

Mesmo com a saída de Smith, a Apple ressalta que não fechará as portas do novo departamento. Christie Smith é quem vai assumir o cargo, ex- gerente na Deloitte. A Apple disse "acreditar profundamente que a diversidade impulsiona a inovação", mas não comentou a saída de Denise Smith.

A Presidente de diversidade e inclusão da Apple deixa a companhia

Em outubro, durante a realização de uma conferência, Smith teria dito "pode haver 12 homens brancos, de olhos azuis e loiros, e eles ainda assim serão diversificados porque eles trarão diferentes experiências de vida e perspectivas à conversa". Esta conversa, considerada uma gafe cometida por ela, pode ter contrinuido para a sua saída do departamento, e consequentemente da empresa.

Quando falamos em diversidade no mercado, não estamos nos referindo as experiências pessoais, mas de diversidade de gêneros, sexualidades e etnias, ou seja, o comentário dela não foi muito bem visto e contribuiu para o seu afastamento.

Mais sobre: Apple departamento cargo
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo