CADASTRE-SE

Analise de Risco em projetos

44 Comente abaixo Luciano Costa (@costaluciano)

Os riscos nos projetos são EVENTOS ou CONDIÇÕES incertas que se ocorrerem provocam algum tipo de dano ao nosso trabalho. No entanto precisamos conviver com eles e nos preparamos para quando alguns deles ocorrer.

Salve galera, neste artigo falarei sobre analise de risco em projetos, fase esta que julgo importantíssima para o sucesso do que estamos projetando. A análise de risco segundo PMBOK 4° edição, está dentro do planejamento e do monitoramento e controle e correspondendo aos itens 11.1, 11.2, 11.3, 11.4 e 11.5 e 11.6 (vide imagem abaixo) e deve ser executada sempre após o fechamento do escopo e da listagem de tarefas do projeto.

http://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/3439//blur.png


Entendendo analise de risco:

Para começar a entender riscos, é importante pensar em umas das leis de Murphi:
“Qualquer coisa que possa dar errado, vai dar errado”.

Confira nosso curso: Instalação e Gerência de lojas virtuais com WordPress WooCommerce e design responsivo

Os riscos nos projetos são EVENTOS ou CONDIÇÕES incertas que se ocorrerem provocam algum tipo de dano ao nosso trabalho. No entanto precisamos conviver com eles e nos preparamos para quando alguns deles ocorrer. De uma coisa você Gerente de projeto ou coordenador de equipe que lê este artigo pode ter certeza, o risco vem atrelado a qualquer execução, seja ela de baixo ou de grande criticidade.

Processo do gerenciamento de risco:

  • Planejamento do Gerenciamento de risco
  • Identificação dos riscos
  • Analise qualitativa dos riscos
  • Analise quantitativa dos riscos
  • Planejamento de respostas aos riscos (plano de ação)
  • Monitoramento e controle dos riscos

Tão importante quanto identificar um risco de projeto é classifica-lo, e para isso usamos a seguinte técnica.

P - Probabilidade do Risco
A chance da ocorrência do risco. Usamos P+ para a grande probabilidade e P- para uma baixa possibilidade.

I - Impacto do risco
O efeito que os riscos podem causar. Usamos I+ para impacto alto e I- para impacto baixo.

Sugiro a criação de uma tabela contendo estas informações, onde a mesma é preenchida e atualizada de acordo com o andamento do projeto.

http://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/3439/tabela.png


OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:

  1. Sempre que mapearmos um risco o ideal é traçar um plano para solucionar tal problema
  2. Muitos riscos não são apresentados ao cliente, pois dizem respeito a sua gerencia.
  3. Analise de risco não é mais uma tarefa, é o momento de identificar possíveis problemas e estar preparado para “surpresas”.
  4. Seja sempre pessimista, procure o problema, as vezes ele esta escondido em uma etapa que não parece ter problemas.

Amigos era isto, espero que seja útil a alguém e em caso de duvidas é só comentar que repondo a todas!

Grande Abraço



Recomendamos:
 
Comentários:



TOPO