CADASTRE-SE

Quais as áreas de atuação em informática / Tecnologia?

390 12 comentário(s) Nícolas Müller (@nicolas_muller)

Neste artigo vou mostrar as diversas áreas de atuação no setor de tecnologia, com isto você poderá ver e encaixar o seu perfil no que melhor lhe atende. Vou apresentar as atividades de cada área e a base salarial dos dias de hoje.

Há alguns anos havia muito do profissional de TI que era o "faz tudo", vugo "carinha da TI". Com o passar do tempo esta antologia foi modificando-se e trazendo a setorização dos profissionais. Criamos um artigo também falando sobre 5 dicas para iniciar a carreira em ti, creio que possa ser de grande ajuda para você. Com isto houve a especialização por grande parte dos empregados neste setor. Há pessoas trabalhando apenas com banco de dados, apenas com programação, apenas com design, outros que projetam as aplicações, outros que testam aplicações. Mas basicamente o "faz tudo" já está quase extinto. Veja também quais os tipos de sistemas de informação nas empresas.

Vou listar agora as principais áreas de atuação, o que cada pessoa deve fazer no trabalho, quanto ganha, prós e contra da área.

Administrador de banco de dados

O Administrador de banco de dados (DBA - DataBase Administrator) é responsável por manter e gerenciar bancos de dados, ou sistema de banco de dados. Este profissional gerencia, atualiza, monitora o centro das informações de um sistema.

Confira nosso curso: Curso de Edição de vídeos com Premiere PRO CS6

Formação recomendada: Curso Superior em Ciência da Computação, Informática ou Engenharia da Computação ou qualquer outra área de base matemática.

Atividades:

  • Criação e testes de backup para garantir a recuperabilidade dos dados no caso de falha de hardware ou outros problemas severos.
  • Verificar e zelar pela integridade do banco de dados.
  • Ter um controle de acesso aos dados como quem pode acessar e o que pode acessar e talvez quando possa acessar.
  • Garantir o acesso ao banco de dados no maior tempo possível.
  • Garantir o máximo de desempenho para o banco de dados.
  • Auxiliar a equipe de desenvolvimento e a equipe de testes a maximizar o uso e desempenho do banco de dados.


Salário:
Varia entre R$ 3.000 a R$ 9.000 reais.


Analista de redes

O analista de redes ou administrador de redes tem a incumbência de gerenciar o rede local, bem como recursos computacionais diretamente relacionados à rede.

O Perfil deste profissional deve possuir curso técnico ou superior em Redes de Computadores, Ciência da Computação ou equivalente, e/ou ser uma pessoa com grande experiência na área de informática. É importante que seja familiarizado com os equipamentos e software com os quais trabalha, tendo como forma de comprovação as tão valorizadas certificações, emitidas por grandes empresas através de provas. Exemplos são as MCP, MCSA e MCSE, certificações profissionais da Microsoft; E também a famosa Formação Cisco-CCNA, vista por muitos profissionais como requisito obrigatório para quem deseja garantir sua vaga no mercado de grandes empresas, em início de carreira.

Formação recomendada: Curso Superior em Ciência da Computação, Informática ou Engenharia da Computação ou qualquer outra área de base matemática.

Atividades:

  • Instalação e ampliação da rede local;
  • Instalar e configurar a máquina gateway da rede local seguindo as orientações "Normas de Utilização do DIN";
  • Orientar e/ou auxiliar os administradores das sub-redes na instalação/ampliação da sub-rede; manter em funcionamento a rede local
  • do DIN, disponibilizando e otimizando os recursos computacionais disponíveis;
  • Controlar e acompanhar a performance da rede local e sub-redes bem como dos equipamentos e sistemas operacionais instalados;
  • Manter atualizado os dados relativos ao DNS das máquinas da rede local;
  • Garantir a integridade e confidenciabilidade das informações sob seu gerenciamento e verificar ocorrências de infrações e/ou segurança;
  • Promover a utilização de conexão segura entre os usuários do seu domínio.
  • Tendo como foco principal os serviços de Rede e equipamentos a qual a ele compete.
  • Colocar em pratica a política de segurança de redes, além de desenvolvê-la.


Salário:
Varia entre R$ 3.900 a R$ 6000 reais.

 

Analista de segurança

Responsável pela segurança da rede (equipamento, sistemas operacionais de servidores e clientes e programas utilizados). Também monitora tentativas de invasão e uso indevido dos recursos da rede, além de definir e manter as regras de uso dos recursos computacionais da empresa.

Formação recomendada: Curso Superior em Ciência da Computação, Informática ou Engenharia da Computação ou qualquer outra área de base matemática.

Atividades:

  • Projeto e manutenção do esquema de segurança da rede, incluindo a segurança de equipamentos (acesso físico), dos dados (acesso não- autorizado) e de sistemas operacionais de clientes e servidores; este profissional propõe, implementa e monitora a política de segurança quanto ao uso de recursos computacionais.
  • Configuração e manutenção da segurança de rede;
  • Monitoramento constante de aspectos novos relacionados à segurança (novas técnicas de invasão, novos bugs de segurança encontrados em produtos na rede, etc).
  • Profundo conhecimento do protocolo TCP/IP e dos sistemas operacionais de clientes e de servidores existentes na empresa;
  • Em algumas empresas, exige-se que o Analista de Segurança também conheça as linguagens de programação utilizadas pela empresa, este profissional é bem mais raro de se encontrar no mercado e seu salário é proporcionalmente maior.
  • Profundo conhecimento de configuração e ?atualização de regras? em firewalls;
  • Conhecimento de protocolos típicos de inter-redes (Frame Relay, X25, ATM, etc.);
  • Uso de ferramentas de monitoramento de tráfego de rede, incluindo sniffers.


Salário:
Entre R$ 4.400 a R$ 6.400 reais

 

Analista de sistemas

O analista de sistemas ou atualmente mais conhecido como sistematizador de informações, é aquele que tem como finalidade realizar estudos de processos computacionais para encontrar o melhor e mais racional caminho para que a informação virtual possa ser processada. Este profissional estuda os diversos sistemas existentes entre hardwares e softwares e o usuário final, incluindo seus comportamentos e aplicações.

Formação recomendada: Curso Superior em Ciência da Computação, Informática ou Engenharia da Computação ou qualquer outra área de base matemática.

Atividades:

  • Administração do fluxo de informações geradas e distribuídas por redes de computadores dentro de uma organização
  • Planejamento e organização do processamento, armazenamento, recuperação e disponibilidade das informações
  • Suporte aos usuários e infra-estrutura tecnológica
  • Gestão de projetos
  • Levantamento de requisitos, análise, especificação, projeto do sistema, programação, testes, homologação, implantação e acompanhamento dos sistemas solicitados por
  • seus usuários
  • Criação de novos produtos e serviços computacionais


Salário:
Analista de sistemas de internet: R$ 6.800 a R$ 9.100 reais.
Analista de sistemas: R$ 4.700 a R$ 7.600 reais.

 

Analista de suporte

O analista de suporte é um profissional de TI especialista em tecnologias, constantemente atualizado com novidades mercadológicas de Hardware e Software. Cuida da manutenção da estrutura física de computadores, da estrutura de Rede de área local de computadores e de sistemas operacionais. Ainda segundo Antonio B Duarte Jr, diretor da Arth Informática, o Analista de Suporte é também um gestor de pessoas e relacionamentos.

Formação recomendada: A especialização em Analista de Suporte dispensa formação superior.

Atividades:

  • Instalar e manter os diversos Sistemas Operacionais;
  • Instalar e manter a comunicação digital (correio eletrônico, WEB, FTP, VPN, etc.):
  • Instalar e manter sistemas de gestão (ERP);
  • Instalar e manter sistemas de banco de dados (SGBD);
  • Suporte aos usuários da empresa ou organização ;


Salário:

Varia entre R$ 1.000 a R$ 7.000 reais

 

Designer

O designer gráfico é o profissional habilitado a efetuar atividades relacionadas ao design gráfico. Logo, o designer gráfico é aquele profissional que traz ordem estrutural e forma à informação visual impressa. Exemplos de produtos do trabalho de um designer gráfico são as páginas diagramadas de um livro ou uma revista, a configuração visual de uma embalagem, logotipos de empresas e instituições, fontes tipográficas, entre outros. O escopo de sua atividade pode também se estender à reflexão das possibilidades de estruturação visual das mensagens e sua repercussão social: assim como um arquiteto não apenas projeta edifícios mas também reflete acerca da organização do contexto urbanístico de um assentamento humano, é papel do designer gráfico não apenas desenvolver soluções visuais de comunicação, mas também refletir acerca do atual âmbito de produção e consumo de mensagens.

São de relevância para o designer gráfico exercer sua atividade o domínio sobre as tecnologias que lhe servem de ferramenta, e a construção de um repertório visual e de cultura geral amplos.

Formação recomendada: Formação superior em Comunicação

Atividades:

  • Criação de imagens gráficas para internet, revistas, jornais, e outros meios de comunicação;
  • Projetos de usabilidade e acessibilidade;
  • Criação de layouts de sites;
  • * o designer cria toda e qualquer coisa, desde imagens gráficas até ao teclado e mouse que você está usando agora, é ele quem define a forma das coisas.


Salário:
Webdesigner: R$ 3.800 a R$ 5.400 reais


 

Programador web


Um profissional de programação web é responsável pelo desenvolvimento de sites, portais, fóruns e aplicações voltadas para o ambiente da internet. Normalmente estes serviços podem ser acessados por meio de um navegador e ficam hospedados em servidores web.

Formação recomendada: 2o grau técnico ou faculdade de Informática/Processamento de Dados/Engenharia da Computação

Atividades:

  • Programação do código de sites, portais, sistemas para a internet;
  • Cuidar da segurança de uma aplicação na internet;
  • Aplicar formas de melhorar a performance do site;
  • Criar sistemas de backend de softwares;
  • Portar aplicações desktop para a web;



Salário:
Entre R$ 2.500 a R$ 5.000 reais


 

Programador


Um programador pode ser alguém que desenvolve ou faz manutenção de software em um grande sistema mainframe ou alguém que desenvolve software primariamente para uso em computadores pessoais.

Formação recomendada: Para ser programador de computador é necessário diploma de curso técnico, que pode ser cursado paralelamente ou após a conclusão do ensino médio. Por ser um mercado competitivo, entretanto, cursos extras são importantes para diferenciar o currículo na hora da seleção.

Atividades:

  • listar ou ler as especificações de programas, detalhadas por um analista de sistemas, e que mostram passo a passo as tarefas que o computador precisa executar;
  • analisar o problema e a melhor forma para solucioná-lo;
  • preparar diagramas para mostrar a seqüência de procedimentos a ser adotada pela máquina;
  • codificar essas instruções para uma linguagem de computador;
  • depois de prontas e implantadas as instruções, o programador deve testar todo o sistema, através de simulação, para verificar falhas e possíveis adequações;
  • se houver acessórios (impressoras, placas de fax) conectados ao sistema, reescrever os programas de controle desses acessórios para que se tornem compatíveis com as novidades;
  • testar todas as modificações até que não haja mais problemas e conferir sua eficiência com o analista de sistemas.


Salário:
Entre R$ 1.800 a R$ 9.000 reais




Esta é uma base das áreas de atuação do setor de tecnologia da informação. As demais áreas se baseiam muito no que estes profissionais são atribuídos.

A base de salários foi encontrada no site da Revista Info.



Recomendamos:
 
Comentários:



TOPO