CADASTRE-SE

Qual o melhor formato para e-mail marketing?

0 0 1 0 Redação | Assunto: Marketing digital

Ao enviar newsletters e peças de marketing por e-mail (com consentimento, claro), você vai ter que fazer uma escolha difícil: enviar em HTML, em texto ou nos dois formatos? Veja prós e contras.

Se a sua empresa pretende dar início a um projeto de e-mail marketing, um fator extremamente importante é o formato no qual o e-mail será enviado.

Na verdade, a escolha do formato dos e-mails é muito importante para qualquer pessoa que utiliza com freqüência o correio eletrônico, e não apenas aos interessados em e-mail marketing. Portanto, este texto serve a todos.

Quais são os principais formatos? Por que se preocupar com o formato? E qual o formato que o mercado mais utiliza? Lendo essa matéria você encontrará respostas para estas perguntas.

Os principais formatos de e-mail


Os programas conhecidos como clientes de e-mail (entre os mais comuns estão o Outlook Express da Microsoft, o Thunderbird e o IncrediMail, entre outros) permitem enviar mensagens em três principais formatos:
  • Texto: o e-mail no formato texto é o mais aceito. Todos os clientes de e-mail podem exibir a mensagem nesse formato. A desvantagem é que a mensagem não pode conter cores, imagens, negrito, itálico e outros recursos aceitos por outros formatos. É possível inserir tão somente texto.
  • HTML: o formato HTML permite um e-mail rico em conteúdo, com imagens, cores, tabelas, anexos, som… No entanto, os diversos clientes de e-mail podem exibir sua mensagem de maneiras diferentes. Podem até deixá-la ilegível.
  • Texto/HTML: essa opção inclui ambos formatos (texto e HTML) na mesma mensagem. A vantagem é que de um modo ou de outro o usuário conseguirá visualizar o e-mail. A desvantagem é que o e-mail torna-se duas vezes maior (ou mais pesado, ou mais caro).


Por que escolher o formato HTML?


Agora que você reconhece os principais formatos de e-mail, qual deles escolher para a sua comunicação com clientes ou leitores? Já adianto a você, leitor, a minha preferência pelo formato HTML. Mas cada caso é único e você deve analisar livremente e fazer a sua escolha.

As justificativas pela escolha do formato HTML são inúmeras. Vou enumerar algumas:

Conteúdo rico: a flexibilidade do formato HTML permite diversos recursos como cores, imagens e som. É um excelente atrativo.

Organização do conteúdo: o formato HTML permite uma melhor organização do conteúdo e torna a leitura mais agradável.

Reforça a identidade da empresa: se os documentos que circulam em sua empresa carregam seu logotipo, nada mais indicado do que incluí-lo também em seus e-mails.

Taxa de leitura: é possível, por exemplo, no envio de um e-mail publicitário, saber quantos usuários realmente abriram a mensagem.

Análise de interesse: em um e-mail publicitário é possível saber, por exemplo, em quais produtos os usuários clicaram para obter mais informações.

A flexibilidade que o formato HTML permite é o seu ponto forte. Mas há também o outro lado desse formato, os seus pontos fracos. É isso o que veremos na próxima etapa.

Por que não escolher o formato HTML?


Vimos os pontos fortes do formato HTML e agora precisamos ouvir o lado negativo. Vamos o que dizem os anti-HTML, cujos argumentos também são importantes:

E-mail HTML é mais pesado que texto. Isso é uma verdade e tem muitas implicações. Mas já que temos cada vez menos tempo para ler nossos e-mails pela correria do dia-dia, não seria muito mais fácil capturar a atenção de um leitor através de uma imagem? Em alguns casos vale aquele velho jargão popular: uma imagem vale mais do que mil palavras. Além disso, segundo pesquisas do Ibope/NetRatings, o número de usuário com acesso a internet banda larga tem aumentado de maneira significativa.

HTML nem sempre é exibido corretamente. Uma grande verdade. Se a sua mensagem HTML aparece corretamente em seu cliente de e-mail, não quer dizer que aparecerá corretamente no cliente de e-mail dos seus leitores. É preciso que você teste e se certifique que a mensagem será vista corretamente nos principais clientes de e-mail.

HTML é reconhecido como spam. Acontece mas não é uma regra. Segundo estudo da ClickZ, apenas 19% dos emails HTML são classificados erroneamente como spam. Além disso há muitos tipos de filtros e a maioria não classifica HTML como propaganda não solicitada. Sem falar que os filtros têm se aperfeiçoado constantemente. (você é novo aqui e não sabe o que é spam? São mensagens eletrônicas, não solicitadas, enviadas em massa, geralmente propaganda, geralmente de produtos ou serviços oferecidos de forma ilegal. Pior do que spam é o phishing, que é uma tentativa de golpe.)

HTML carrega vírus. Usuários mal intencionados podem enviar mensagens HTML não seguras. Isso é verdade. Mas não é bloqueando mensagens HTML que você impedirá que vírus contaminem seu computador. Além do mais, os clientes de e-mail mais modernos possuem mecanismos de proteção.

Qual formato mais utilizado pelo mercado?


Pesquisa recente publicada pelo Opt-In News mostrou que o formato HTML é o preferido pelos especialistas em suas campanhas de e-mail marketing. De acordo com a pesquisa, 81% das campanhas de e-mail marketing utilizam o formato HTML, enquanto 16% utilizam o formato texto e 3% utilizam outros formatos.

Os que preferem o formato HTML justificam sua escolha da seguinte maneira:
  • 28%: HTML permite um layout mais atrativo
  • 24%: permite uso de cor no e-mail
  • 21%: podem ser incluídas imagens
  • 20%: anúncios são mais efetivos no formato HTML do que em texto


Conclusão


Então podemos estar certos de que o melhor formato para o envio de nosso e-mail marketing é o HTML? Poderíamos, mas não deveríamos.

Não se deixe seduzir pelos benefícios do HTML e tê-lo como único formato. Se quiser atingir todos os leitores, desenvolva um e-mail marketing em ambos os formatos. Permita que o usuário escolha a sua preferência. E, uma vez escolhida, honre a escolha do usuário e não imponha a sua própria preferência.

Este artigo foi cedido pelo consultor em e-business: Carlos Humberto L. Costa

Leia a seguir: Dicas para tornar seu site conhecido



Você precisa ler isto:

Comentários

TOPO