Você sabe o que é "falsa miopia"? Uma complicação do uso excessivo de smartphones

A falsa miopia é apenas nossos olhos em estado de cansaço, o que compromete nossa capacidade de adaptar nossa visão para imagens distantes.

Por Smartphones Pular para comentários
Você sabe o que é

A estudante vestibulanda Carolina de Lima, de 19 anos, notou algo um pouco preocupante durante uma das aulas no cursinho. Em vésperas de vestibular, ela não conseguia enxergar a lousa que estava e menos de 5 metros de sua cadeira. Desesperada, a estudante foi imediatamente a um oftalmologista procurando um diagnóstico, apenas para descobrir que seus olhos estavam saudáveis, e que seu problema era chamado de "falsa miopia", causada pelo uso excessivo de smartphones e telas luminosas de maneira geral.

Não é uma novidade que a tecnologia facilita nossa vida, mas também pode causar dependência no dia a dia. Nos acostumamos com as redes sociais na palma de nossas mãos, entretenimento contínuo, contato constante com amigos e uma ferramenta de distração constante e acessível. Porém, nossos olhos não são exatamente adaptados a serem expostos constantemente a luzes artificiais, e tampouco a uma exposição tão de perto como fazemos com nossos smartphones.

Em entrevista ao Catraca Livre, o médico Hilton Medeiros, da Clínica de Olhos Dr. João Eugenio, explica: "Isso ocorre porque um músculo dentro do olho, chamado ciliar, se contrai para focalizar imagens próximas, esforçando-se para encontrar o foco. Com o esforço constante, ele entra em fadiga e para conseguir focalizar as imagens de longe, este músculo precisa estar relaxado".

Imagem ilustrativa - 1zoom.me
Imagem ilustrativa - 1zoom.me

A falsa miopia então é apenas nossos olhos em estado de cansaço, o que compromete nossa capacidade de adaptar nossa visão para imagens distantes. Segundo o Dr. Newton Kara José Junior, oftalmologista no Hospital Sírio-Libanês e professor livre-docente da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), os músculos citados são fortes até nossos 40 anos de idade, após isso, costumamos ver problemas de vista cansada mais constantemente. Essa fadiga, porém, é agravada em quem já tem distorções como miopia e hipermetropia, e se torna mais presente na juventude.

Carolina possui a vista perfeita, mas o uso excessivo de smartphones causou a antecipação da vista cansada, exemplificando como simplesmente todo mundo, de qualquer faixa etária, está suscetível a essa complicação com o excesso tecnológico.

O diagnóstico, porém, deve sempre ser feito por um médico oftalmologista que pode identificar com precisão a ausência de problemas concretos de vista. A prevenção, obviamente, implica em suavizar o uso de smartphones, manter uma distância da tela e alternar também a profundidade de visão periodicamente. Ou seja, para cada hora em frente a uma tela, olhe alguns minutos para uma distância superior a 5 metros. Descanse seus olhos para evitar problemas futuros e sempre se consulte com um médico especialista caso sinta algum problema.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários